Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL
Busca: OK
CANAIS

26/08/2011 - 11:35

Copa do Mundo e Olimpíadas: obras de saneamento básico prontas até 2014


Anúncio feito pelo presidente da Nova Cedae, Wagner Victer, no dia 25 de agosto (quinta-feira), durante palestra no seminário Infrastructure Investment World Brasil 2011, promovida pela empresa americana Terrapinn.

O cronograma de obras, tanto saneamento como abastecimento de água estão em ritmo acelerado e serão finalizados até 2014, dois anos antes dos Jogos Olímpicos, afirmou o presidente da Nova Cedae, Wagner Victer.

No painel “Investimentos em Lixo, Tratamento de Água e Esgoto”, o presidente da Nova Cedae adiantou que a companhia vai investir em torno de R$ 1 bilhão em obras de saneamento básico, dentre elas, a ampliação em 700% de tratamento de esgoto da Baía de Guanabara [de dois mil litros em 2006, passará para 14 mil litros por segundo em 2014].

“A região de Jacarepaguá e Recreio dos Bandeirantes estará com 80% de conexão com a rede de esgoto, evitando a poluição do complexo lagunar da Barra da Tijuca, onde aliás, acontecerá grande parte dos eventos esportivos”, frisa Victer.

“E muito embora a Lagoa Rodrigo de Freitas já é um caso de sucesso, terá continuidade dentro do programa de despoluição da Baía de Guanabara, dentro de um aporte de recursos do Governo do Estado através de fontes como Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano (Fecam),Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID)”,continua o executivo.

Todos compromissos firmados com o Comitê Olímpico Internacional (COI), estarão concluídos em 2014, -esse conjunto de obras, segundo ele, algumas já estão em andamento, outras estão em processo de licitação, entre outras licitações em processo para divulgação. “São cerca de cerca de R$ 2,5 bilhões de investimentos no Programa Programa de Despoluição da Baía de Guanabara”, acrescentou.

Dentro da palestra Victer falou do sucesso da Nova Cedae no item gestão sustentável da empresa: a Cedae apresentou lucro pelo terceiro ano em 2010, -hoje a empresa opera no “azul”, e registrou R$ 90 milhões de lucro no último resultado anual, mas limitou a dizer que cuida bem da companhia como bem público de grande valor para a sociedade fluminense e brasileira.

“Hoje a água de bica da Cedae não perde para nenhuma água mineral”.

Indagado sobre o abastecimento para os grandes eventos no Rio de janeiro, Victer foi enfático: “se o Rio levou Copa 2014, Olímpíadas 2016 entre outros grandes eventos, é porque foi aprovado também na questão do abastecimento de água”, conclui o presidente.

A Cedae vem ampliando seu know how de atuação como por exemplo a responsabilidade da demanda de água para o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

E estamos prontos para as parcerias, - desde que venham com valor agregado, avisa Wagner Victer.

Enviar Imprimir

© Copyright 2006 - 2017 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira