Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

12/08/2011 - 05:32

Embraer entrega 1º jato Embraer 190 para a CDB leasing, da China


Com China Southern Airlines operando o jato, Embraer expande base de operadores de E-Jets na China.

São José dos Campos – A Embraer entregou no dia 11 de agosto (quinta-feira),, empresa em São José dos Campos. A aeronave sera operada pela China Southern Air Holding Xinjiang Company, uma divisão da China Southern Airlines, a maior companhia aérea da China e a terceira do mundo, em termos de volume de tráfego. Conforme anunciado no início do ano, a CLC encomendou 30 EMBRAER 190, incluindo 20 pedidos firmes e dez opções, todos paraserem operados pela China Southern Airlines. A aeronave voará na Região Autônoma de Xinjiang Uyghur, na China. A indústria de aviação civil de Xinjiang registrou progresso significativo nos últimos anos e a região é hoje uma das mais desenvolvidas da China, em termos de malha de rotas regionais. Com a política do governo chinês de incentivar o desenvolvimento econômico da região oeste da China, o rápido avanço da economia regional de Xinjiang exigiu que a indústria de transporte aéreo entrasse em uma nova etapa. Com base no plano atual, outros seis Embraer 190 serão entregues até o final deste ano e todos entrarão em serviço nesta região. Estas aeronaves auxiliarão o seu operador a construir uma rede de alimentação dos grandes centros (hub and spoke) com horários convenientes e alta frequência, o que ajudará a acelerar o estabelecimento de Urumqi como o principal aeroporto do oeste da China.

“Este negócio com a CLC dá início a uma importante parceria para a Embraer e ajudará a aumentar ainda mais a frota de E-Jets na região. Também temos a satisfação de dar as boas vindas à China Southern Airlines como novo operador dos E-Jets”, disse Paulo César de Souza e Silva, vice-presidente executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial. “O Embraer 190 é um sucesso mundial devido à excepcional economia, desempenho e conforto. Temos a confiança que a aeronave será uma ferramenta essencial para a expansão da China Southern Airlines.”

“Estamos muito felizes em receber o nosso primeiro Embraer 190. A entrada em operação destas aeronaves consolidará ainda mais nossa parceria com a Embraer e a China Southern Airlines. O confiável desempenho do jato foi comprovado por operadores em todo mundo. Acreditamos que o Embraer 190 contribuirá para o crescimento da participação de mercado da China Southern Airlines e o desenvolvimento da aviação regional na China”, disse Yu Shunming, Presidente da CDB Leasing.

A iniciativa de operar o Embraer 190 demonstra não somente a resposta da China Southern Airlines à solicitação do governo para investimentos em Xinjiang, visando viabilizar o desenvolvimento econômico e da aviação civil na região, mas também reforça a presença da empresa no noroeste da China. O alcance da aeronave atende às necessidades para o desenvolvimento do transporte aéreo em Xinjiang, uma região com características geográficas únicas. O jato é uma ferramenta ideal para auxiliar os operadores na expansão da malha aérea e aumento da participação de mercado nos países vizinhos.

O Embraer 190 entrou em operação no mercado chinês em 2008. Hoje, cerca de 40 jatos voam no país. A aeronave diferencia-se dos jatos regionais convencionais, pois atende a uma maior variedade de mercados e modelos de negócios. O alcance de 4.450 km (2.400 milhas náuticas) oferece enorme flexibilidade para operar em rotas com mais de 5,5 horas de voo sem escalas. As companhias aéreas podem utilizar o jato juntamente com aeronaves maiores para melhor gerenciar mudanças de demandas provenientes durante o dia ou em diferentes épocas do ano, dessa forma otimizando a capacidade da frota, ajustando a oferta de assentos, desenvolvendo novas rotas com menor risco ou substituindo aviões mais antigos. Terceiro de dos quatro aviões da família de E-Jets da Embraer, o Embraer 190 acomoda até 114 passageiros em uma confortável cabine com dois assentos de cada lado do corredor (2x2). A família de E-Jets possui mais de mil pedidos firmes de 60 companhias em 40 países e conta com uma frota que supera os 750 jatos em operação em todo o mundo.

CDB Leasing Co., Ltd.- A CDB Leasing Co., Ltd. (CLC), é uma das principais instituições financeiras não-bancárias controladas pelo Banco de Desenvolvimento da China (China Development Bank). Possui capital registrado de USD 1,22 bilhão e ativos que totalizam cerca de USD 9,73 bilhões. A empresa tem a maior frota na China e já entregou 78 aviões para companhias aéreas.

China Southern Airlines Co., Ltd.-Com sede na cidade de Guangzhou, na província de Guangdong, a China Southern Airlines Co., Ltd., uma das três principais companhias aéreas estatais na China, tem 14 marcas e cinco subsidiárias, além de 53 escritórios internacionais localizados nos principais mercados metropolitanos do mundo. Opera a maior e mais moderna frota e possui a mais extensa rede doméstica na China. Com 400 aeronaves modernas, a empresa é uma das seis principais do mundo em termos de frota. Em 1997, as ações da China Southern estrearam nas bolsas de valores de Nova York e Hong Kong e em 2003 passaram a ser negociadas em Xangai. Em novembro de 2007, a empresa entrou oficialmente para o SkyTeam, tornando-se a primeira companhia aérea doméstica no país a participar de uma aliança global. Atualmente, a empresa opera seis ERJ 145 da Embraer.

Família de E-Jets da Embraer- A família de E-Jets da Embraer é composta por quatro jatos comerciais com capacidade de 70 a 122 assentos, fruto de um projeto de engenharia avançado que apresenta desempenho eficiente, grande economia operacional, baixo nível de emissão de poluentes e uma ampla cabine de passageiros sem os indesejados assentos do meio.

Os E-Jets têm velocidade de cruzeiro máxima de Mach 0,82, voam a uma altitude de até 12.500 metros (41.000 pés) e possuem alcance de 4.450 km (2.400 milhas náuticas). o alto grau de comunalidade entre as quatro aeronaves – Embraer 170, Embraer 175, Embraer 190 e Embraer 195 – resulta em excepcional redução nos custos de treinamento da tripulação, manutenção e peças de reposição para os operadores. Outro destaque é a moderna tecnologia fly-by-wire, que aumenta a segurança operacional e reduz a carga de trabalho dos pilotos e o consumo de combustível.

O projeto da fuselagem em dupla-bolha oferece conforto superior e inclui duas entradas principais para passageiros e duas portas de serviço que minimizam o tempo de permanência no solo. Os E-Jets oferecem muito mais espaço ao passageiro, tanto na configuração com uma como na com duas classes, que qualquer outra aeronave de tamanho equivalente. [ www.EmbraerCommercialJets.com.br].

Com grande aceitação, mais de mil pedidos firmes de 60 companhias em 40 países já foram recebidos. A frota, que supera os 750 jatos em operação, acumulou 5 milhões de horas de voo e transportou 200 milhões de passageiros em todo o mundo. Trata-se de uma comprovada família de jatos que tem auxiliado companhias aéreas a ajustar capacidade à demanda em rotas operadas por aeronaves narrow-body com baixa taxa de ocupação, substituir aeronaves antigas e ineficientes e desenvolver novos mercados com menores custos, maior eficiência e alto nível de conforto para o passageiro. [www.eforefficiency.co]m.

Perfil-A Embraer S.A. (NYSE: ERJ; BM&FBovespa: EMBR3) é uma empresa líder na fabricação de jatos comerciais de até 120 assentos e uma das maiores exportadoras brasileiras. Com sede em São José dos Campos, no Estado de São Paulo, mantém escritórios, instalações industriais e oficinas de serviços ao cliente no Brasil, China, Estados Unidos, França, Portugal e Singapura. Fundada em 1969, a Embraer projeta, desenvolve, fabrica e vende aeronaves e sistemas para os segmentos de aviação comercial, aviação executiva e defesa e segurança. A Empresa também fornece suporte e serviços de pós-vendas a clientes em todo o mundo. Em 30 de junho de 2011, a Embraer contava com 17.194 empregados – número que não inclui funcionários das subsidiárias não-integrais – e possuía uma carteira de pedidos firmes a entregar de USD 15,8 bilhões. [www.embraer.com.br].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira