Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

12/08/2011 - 05:03

Receita da ERSA cresce 47% no primeiro semestre de 2011

Entrada em operação de todo o lote de 11 PCHs eleva receita líquida para R$ 66,35 milhões no período. A ERSA – Energias Renováveis, companhia dedicada exclusivamente à geração de energias limpas a partir de fontes renováveis, registrou receita operacional líquida de R$ 66,4 milhões no primeiro semestre de 2011, apresentando um crescimento de 47% em relação aos R$ 45,2 milhões obtidos nos primeiros seis meses de 2010. O crescimento da receita da ERSA no primeiro semestre deste ano é resultado da operação de oito pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) em todo o período (em 2010 várias delas entraram em operação no decorrer do primeiro semestre), em Minas Gerais e Santa Catarina, além da entrada em operação de outras três usinas neste ano – Corrente Grande, Barra da Paciência e Várzea Alegre.

O Ebitda (lucro antes dos impostos, juros, depreciação e amortização) no período foi de R$ 31,6 milhões, comparados aos R$ 1,09 milhão do mesmo período de 2010. O Ebitda apenas das usinas em operação, ou seja, excluindo os gastos gerais, administrativos e com pessoal da holding que controla os empreendimentos – foi de R$ 54,6 milhões, apresentando uma margem de 93%. No semestre, a empresa acumulou lucro de R$ 4,8 milhões em comparação ao prejuízo de R$ 3,8 milhões em 2010.

Neste ano, a ERSA investiu R$ 61 milhões no estudo, desenvolvimento e implantação de projetos de geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis. No total, desde o início de suas atividades em 2007, a empresa investiu mais de R$ 1,2 bilhão em seu portfólio de negócios.

Adicionalmente ao ciclo de investimentos nas 11 PCHs em operação, a empresa está investindo em quatro parques eólicos no Rio Grande do Norte e em uma pequena central hidrelétrica em Santa Catarina (PCH Salto Góes), cujas obras civis já estão em andamento.

A ERSA e a CPFL Energia anunciaram, em abril, a criação da CPFL Renováveis, empresa que será criada a partir da associação dos ativos das duas empresas em PCHs, parques eólicos e usinas de cogeração, e está em fase final de integração. A nova companhia nasce como a maior empresa da América Latina no segmento de geração de energia por meio de fontes alternativas. A CPFL Renováveis já recebeu as anuências necessárias para sua formalização.

ERSA- Uma das principais empresas no Brasil no segmento de pequenas e médias unidades geradoras de energia elétrica a partir exclusivamente de fontes renováveis, tais como hídrica, eólica e cogeração, a ERSA tem como sócios: Pátria Investimentos, Eton Park (empresa norte-americana de gestão de recursos), FIP Brasil Energia (fundo gerido pelo BTG Pactual), Banco Bradesco de Investimento (através do BBI FIP Multisetorial Plus), DEG (banco de desenvolvimento integrante do grupo financeiro alemão KfW) e GMR Empreendimentos Energéticos.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: