Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

13/07/2011 - 08:37

Análises laboratoriais previnem danos à vida marinha

O Labtox, no Polo Bio-Rio (UFRJ), desenvolve estudos para reduzir os impactos do uso de produtos químicos em ambiente aquático. Para o setor petrolífero, este tipo de avaliação é obrigatório.

O relatório deste ano do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) aponta as três principais ameaças à vida marinha: queda da “fertilidade” nos oceanos – que atingirá quase todas as regiões do planeta até 2050 –, aumento dos coeficientes de nitrogênio e altos índices de poluição. Por isso, cresce a relevância da ecotoxicologia como método científico para projetar melhor os efeitos de substâncias tóxicas no mar e, assim, reduzi-lo. Ao encontro da crescente demanda por instrumentos que atenuem os danos causados pela “energia suja” (petróleo, carvão e gás), as biólogas Leila Kraus, Marcia Reynier e Maria Cristina Maurat estudam, desde 1986, o impacto de resíduos, efluentes e produtos químicos liberados na água.

Em 2002, elas fundaram o Labtox (Laboratório de Análises Ambientais), no Polo Bio-Rio, campus da UFRJ. Voltada para estudos em ecotoxicologia e poluição aquática, a instituição desenvolve novas técnicas de avaliações ambientais aplicadas em diversos segmentos. O Labtox presta serviços, por exemplo, para companhias do setor de óleo e gás, como Petrobras, Shell e Statoil. Até o próximo ano, as pesquisadoras esperam crescimento de 20% desse tipo de demanda.

Os ensaios ecotoxicológicos estão entre as exigências da atual legislação ambiental em processos de licenciamento, registro de produtos químicos e aprovação do uso e descarte de fluidos de perfuração. Revelam-se, portanto, uma importante ferramenta para o monitoramento da qualidade dos efluentes industriais e a avaliação da eficácia dos processos de tratamento. As pesquisadoras simulam, em laboratório, o que será realizado pelas empresas no ambiente aquático. Aprovados os exames ecotoxicológicos, as organizações obtêm licença para atuar.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: