Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

01/07/2011 - 09:17

Indústria naval e offshore nacional volta a despertar interesse de empresas estrangeiras

No próximo mês de agosto, no Rio de Janeiro-RJ, um evento congregará companhias com diversas expertises, de 11 países, que definiram o País como foco estratégico para a sua expansão internacional. Trata-se da Navalshore - Feira e Conferência da Indústria Naval e Offshore, maior evento do setor na América Latina, com mais de 350 expositores, programado para os dias 3, 4 e 5 de agosto, no Centro de Convenções Sul América.

Entre as empresas estrangeiras confirmadas está o estaleiro holandês Damen, um dos mais importantes da Europa, com faturamento de 1,3 bilhões de euros em 2010, que percebe na Navalshore 2011 chances de marcar presença no processo de desenvolvimento da indústria naval brasileira. Além da Holanda, países com tradicional experiência na indústria naval como Japão, Noruega, Coreia do Sul e Finlândia também terão seus representantes da iniciativa privada presentes nesta que é a oitava edição da Navalshore.

"O interesse gerado pela feira reflete o atual estágio de desenvolvimento da economia nacional e, em particular, da indústria naval e offshore brasileira, que vai definindo suas demandas e exigindo do mercado nacional e internacional uma pluralidade importante de serviços e equipamentos. A feria este ano tem um diferencial único: reunir pela primeira vez um grupo de empresas nacionais e internacionais de grande relevância que fazem a diferença em termos de know-how e potencialidade de negócios", afirma a gerente da Feira, Barbara Nogueira.

O evento concentra companhias especializadas em construção e reparo de embarcações, fornecedores de navipeças e serviços, navegação, rádio e telecomunicações, TI, empresas de seguros e bancos, gerenciamento logístico, fornecimento offshore e a navios, design de navios e arquitetura & engenharia naval, sociedade de classificação, inspeção, entre outras.

Confira alguns dos expositores internacionais confirmados para o evento: JSMEA, 3R Software Solutions (Alemanha); Huacheng Rubber Produtcts Co. (China); Jiangsu Huacheng Heavy Industry Co. (China); New Dafang Group (China); Walrich International Technology (China); Yuexin Shipbuilding Co. (China); Busan Economic Promotion Agency (Coreia); Chang Hung Industry Co. (Coreia); Korea Techno Co. (Coreia); Ra In Ho (Coreia do Sul); Konecranes (Finlândia); Class NK (Japão); Norwegian Maritime Exporters (Noruega); Uzmar Workboat and Tug Factogory (Turquia); Butterworth (EUA); Cap Rock (EUA); Guido Perla (EUA); Ogden Welding Systems (EUA); Stonel (EUA) e WMB (EUA).

Audiência qualificada - De acordo com Barbara, a expectativa de público da UBM Brazil organizadora do evento, é superar a marca de 14 mil profissionais e empresários oriundos de estaleiros, empresas de navegação de longo curso e cabotagem, companhias de apoio marítimo e de apoio portuário, consultores, autoridades marítimas e profissionais das áreas de engenharia naval, petróleo e gás de cerca de 40 países.

A projeção está baseada na experiência da UBM na organização de eventos de grande vulto para a indústria naval. A empresa é a responsável pela realização da Marintec, não apenas a maior feira do setor na China, mas também o mais importante ponto de encontro bienal da indústria naval no mundo; da Sea Japan, o mais importante evento da indústria naval no Japão, adotado pelas empresas do setor no país e em todo o mundo como um fórum essencial para o lançamento e o desenvolvimento de produtos e negócios no mercado japonês; da China International Boat Show, o maior evento do setor de navios e embarcações da Ásia e também com o mais rápido índice de crescimento em público visitante e número de expositores, e da Cruise Shipping Miami, igualmente relevante para o setor de navegação.

Conferência - Evento simultâneo ao evento, a Conferência da Navalshore 2011 terá como temas principais o atual estágio de desenvolvimento da indústria naval e offshore, os gargalos existentes para a instalação de fornecedores estrangeiros no País e a regionalização da indústria naval e offshore.

Na programação estão debatidos os seguintes temas: Políticas estruturantes e investimentos privados; Logística da Petrobras para transporte de longas distâncias no pré-sal; Uso de gás natural liquefeito como combustível em embarcações offshore - uma realidade; Gargalos existentes e caminhos para a instalação de fabricantes estrangeiros no Brasil; Ações coordenadas para o pleno desenvolvimento da indústria de navipeças; e Regionalização da indústria e dos pólos navais no Brasil.

A Navalshore 2011 - Feira e Conferência da Indústria Naval e Offshore acontece de 03 a 05 de agosto, das 14h às 21h, no Centro de Convenções Sul América, no Rio de Janeiro (RJ). O evento, organizado pela UBM Brazil, tem o patrocínio da Aveva e apoio da Associação Brasileira das Empresas de Construção Naval e Offshore ? Abenav e da Associação Brasileira das Empresas de Apoio Marítimo ? ABEAM. [www.navalshore.com.br].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira