Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

30/06/2011 - 11:43

Instituto Vladimir Herzog lançou projeto que resgata a luta da imprensa na ditadura

Projeto "Resistir é preciso..." registra para a História os jornais feitos clandestinamente, no exílio e até vendidos em bancas.

São Paulo-Na noite do dia 29 de junho (quarta-feira), data em que o jornalista Vladimir Herzog faria 74 anos, o Instituto Vladimir Herzog lançou, no Memorial da Resistência, na Estação Pinacoteca, em São Paulo (SP), no prédio do antigo DOPS, a primeira etapa do Projeto "Resistir é Preciso...", que resgata e documenta a história da imprensa brasileira combativa da época da ditadura. Essa realização inicial do Projeto consiste em uma coletânea de 12 DVDs intitulada "Os protagonistas dessa história", que reúne os depoimentos de 60 jornalistas que, usando a palavra e o jornalismo como instrumentos, resistiram a seu modo contra a ditadura no Brasil.

O lançamento da coleção, patrocinada pela Petrobras, contou com a participação da esposa e do filho de Vladimir, Clarice e Ivo Herzog, organizadores do projeto e fundadores do Instituto, que foi criado na mesma data, em 2009. Também esteve presente o prefeito paulistano, Gilberto Kassab, que reconheceu a importância do Instituto e do Projeto, dando seu apoio e incentivo. "Agradeço a oportunidade de estar aqui não apenas em respeito à memória de Vlado, mas também pelos que fazem a democracia brasileira. Tenho profundo respeito e gratidão pelo trabalho desenvolvido pelo Instituto", declarou em seu discurso.

Outras personalidades compareceram como o secretário de Imprensa da Presidência da República, José Ramos, que representou a ministra-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Helena Chagas; a secretária da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, Eloisa de Souza Arruda, que representou o governador Geraldo Alckmin; Henry Machado, chefe da representação regional do Ministério da Cultura em São Paulo, que leu uma mensagem especial da ministra da Cultura, Ana de Hollanda, José Gregori, secretário municipal dos Direitos Humanos de São Paulo; o rabino Henry Sobel; e o gerente de Comunicação Institucional da Regional de SP-Sul da Petrobras, José Aparecido Barbosa.

Jornalistas atuantes do combate à ditadura, que deram seus depoimentos para a coleção de DVDs "Os protagonistas dessa história" também marcaram presença no evento, como Audálio Dantas, Juca Kfouri, Paulo Markun, Paulo Moreira Leite, Paulo Cannabrava, Sérgio Gomes e José Maria Rabelo, entre outros.

Para Ivo Herzog, o evento foi uma verdadeira celebração em nome da História do Brasil. "Essas mais de 106 horas de depoimentos de 60 jornalistas que viveram na imprensa de 1964 a 1979 são um precioso registro da História do nosso País. Cada passo desse Projeto é particularmente importante, principalmente para os nossos jovens. Estamos digitalizando as mais de 300 publicações da época para disponibilizar este conteúdo em um portal que deve ser lançado nos próximos meses. Todo o material também será doado a escolas, bibliotecas e faculdades de comunicação sem custo algum", explicou.

As próximas etapas do Projeto "Resistir é preciso..." prevêem o lançamento de três livros, quatro exposições itinerantes nos Centros Culturais do Banco do Brasil pelo País e dez programetes para televisão, entre outras iniciativas.

Perfil-O Instituto Vladimir Herzog [www.vladimirherzog.org], criado em 25 de junho de 2009, é uma organização sem fins lucrativos com neutralidade político-partidária, que tem a missão de contribuir para a reflexão e produção de informações que garantam o direito à vida e à justiça. |PR Newswire

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: