Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

22/06/2011 - 11:07

Palestra discute importância da inovação aberta e da integração entre energias renováveis e TIC

O executivo da Siemens Energy, Michael Weinhold, fez palestra durante a XI Conferência ANPEI de Inovação Tecnológica. Entre os temas, foi abordada a importância da inovação aberta e da integração entre as várias fontes de energia renovável e TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação).

Fortaleza – A inovação aberta e a integração entre as energias renováveis e a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) são a resposta para uma pergunta importante dos dias atuais: como lidar com as possibilidades que o mundo moderno oferece? De acordo com o executivo da Siemens Energy, Michael Weinhold, compartilhar informações e seguir tendências são o caminho mais rápido para fazer inovação. “Nós usamos as redes sociais para fazer perguntas e, rapidamente, obter repostas”, exemplifica. “A Tecnologia da Informação e Comunicação ajuda a alavancar o conhecimento interno da empresa”, complementa. O executivo fez palestra durante a XI Conferência ANPEI de Inovação Tecnológica, que acontece em Fortaleza (CE) até esta quarta-feira (22/06).

O conceito de Open Innovation tem sido o eixo para as políticas de expansão da divisão de energia da multinacional. Segundo Weinhold, além da busca de informações nas redes sociais, a companhia também realiza concursos de idéias. “11% das idéias que recebemos vêm do Brasil. Isso é fantástico”, comemora. Para ele, a palavra-chave é compartilhamento. “Nós temos parceria com mais de 1 mil universidades pelo mundo. Também temos parceria com o cliente. Nós desenvolvemos projetos em conjunto com eles”, confessa. “Já fizemos inovações em colaboração que resultaram em projetos importantes desde a indústria automotiva à saúde”, completa. De acordo com o executivo, esse processo é necessário assim como a atualização mais frequentes das inovações. “Para chegar ao futuro, é preciso checar sua visão de futuro a cada quatro ou cinco anos”, receita.

O cenário de mudanças rápidas exige do setor produtivo um olhar atento para o cliente, para os movimentos de mercado e para as necessidades de inovação da economia cada vez mais acelerada. No mundo globalizado, a inovação é um processo compartilhado; não isolado. E baseado nas grandes tendências, ensina o executivo da Siemens. Ele ensina: toda inovação tem um aspecto global. “Para a inovação avançar no Brasil, é preciso estar ciente do que acontece em outros países. Os ciclos de inovação estão acelerando cada vez mais. Isso ocorre porque estão interligados às TICs”, observa. “Se esses ciclos aconteciam a cada 100 anos, no passado, agora ocorrem em menos de um ano, em alguns casos”, destaca. Outro ponto importante é a infraestrutura que usa cada vez mais equipamentos com itens de tecnologia da informação. “A internet está coordenando muitas coisas”, comenta. “A Google tem uma licença de comercialização de energia”, informa.

Energia- A integração do novo panorama (interligação por redes sociais, na internet) às energias renováveis é outro diferencial marcante do mundo moderno. “E o Brasil está entre os países mais avançados. Provavelmente, será a quarta economia do mundo”, alerta Michael Weinhold. O avanço das novas fontes de energia renovável vai aumentar drasticamente nos próximos anos e quem já tem modelos desenvolvidos leva vantagem. O executivo cita entre as fontes mais importantes as energias solar, eólica e hidráulica. “Haverá mudança total do nosso sistema energético e em alguns países esse sistema ainda é muito linear”, afirma. Ele chama a atenção para o que denomina de “mix energético” em que os países desenvolvem um conjunto de matrizes de energia. “Acho que, cada vez mais, a energia será gerada pelas próprias unidades de consumo. E alguns consumidores serão também produtores de energia”, aposta. Ao final, Weinhold define que o esforço de pesquisa e desenvolvimento (P&D) deve se concentrar em três pontos importantes: estoque de energia, mix de fontes e transmissão.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: