Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

21/06/2011 - 11:18

Ibope mede o clima para o mundial de 2014 e aponta indicadores para o mercado

Pesquisa Estação Brasil apresenta dados de envolvimento, infraestrutura, comunicação, marcas, consumo e revela que 52% dos brasileiros já sabem que compras farão de artigos relacionados.

São Paulo – Sediar o maior evento futebolístico do mundo é uma responsabilidade que traz riscos e oportunidades para diversos setores da economia brasileira. Para medir os impactos do mundial nos negócios e na gestão pública, o IBOPE Inteligência inicia uma contagem regressiva junto à população brasileira, mensurando em diversas ondas a evolução da percepção das pessoas em relação ao evento.

A pesquisa Estação Brasil (www.ibope.com.br/estacaobrasil) irá abranger um total de 11 rodadas para avaliar o clima geral de expectativa para o mundial. Entre os resultados da primeira onda, identifica-se que, embora ainda faltem alguns anos para a competição, muitos brasileiros já sabem o que irão comprar para a ocasião.

De acordo com o estudo, 52% dos brasileiros já sabem dizer que produtos relacionados ao evento pretendem comprar, sendo que 37% manifestam interesse específico em produtos de vestuário. Os dados apontam também que 15% das pessoas já adquiriram algum tipo de vestuário relacionado.

Laure Castelnau, diretora executiva de marketing e novos negócios do IBOPE Inteligência, diz que a pesquisa foi desenvolvida para auxiliar tanto empresas em geral quanto agências de comunicação e até mesmo autoridades envolvidas na organização do evento:

“A pesquisa serve para indicar os momentos ideais para ações de marketing, avaliar a performance de promoções e campanhas, verificar o impacto dos meios de comunicação utilizados, monitorar recall e awareness de marcas, acompanhar o lançamento de produtos e verificar o comportamento de consumo. Para as autoridades, fornece o clima geral e o sentimento de envolvimento da população com o evento, sugerindo o potencial participativo e auxiliando o lançamento de campanhas de conscientização, além de monitorar o grau de confiança no Brasil como país-sede”, esclarece a executiva.

Clima morno- De uma maneira geral, o clima para a realização do mundial pode ser classificado como “morno”, conforme respondido por 38% dos entrevistados. Outros 34% afirmam que o clima está “gelado, frio ou muito frio”, enquanto 26% dizem estar “quente, muito quente ou fervendo”.

Questionadas quanto ao grau de interesse no evento, 25% das pessoas disseram ter “muito interesse”, 27% disseram ter “interesse, mas não muito”, 26% disseram ter “pouco interesse” e 22% disseram ter “nenhum interesse”.

Mídia preferida- Para 73% dos entrevistados, a televisão foi o meio pelo qual tiveram acesso a notícias relacionadas ao tema. O ranking é seguido pelo meio digital (incluindo jornais eletrônicos, sites, emails e etc.), com 14% da população. Rádio e jornais impressos são os outros destaques, com 14% e 11%, respectivamente.

Preparação do Brasil- Em relação aos setores do País que estão mais ou menos preparados para a realização do mundial, o item mais preocupante citado pelos entrevistados foi a saúde, lembrada por 73% como uma área despreparada. Na segunda pior colocação figura o trânsito, na opinião de 71% das pessoas. Entre os setores mais bem avaliados, se destacaram bares e restaurantes e a rede de hotéis, apontadas como preparadas por 51% e 44%, respectivamente.

Metodologia- A representatividade da pesquisa Estação Brasil é de todo o território nacional, através da realização de 2.002 entrevistas face a face distribuídas em 141 municípios do País, com homens e mulheres de 16 anos ou mais, de todas as classes sociais. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

A primeira onda da pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 16 de maio. Ao todo, serão realizadas 11 ondas até a realização do evento. Os resultados da primeira onda estão disponíveis no site do Grupo Ibope: www.ibope.com.br/download/estacaobrasil.pdf

Mais futebol- Em maio de 2011, o Ibope Inteligência teve participação de destaque no IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública da Wapor (World Association of Public Opinion Research) em Belo Horizonte, Minas Gerais. Na ocasião, o instituto apresentou diversos papers, entre os quais “Os brasileiros e a Copa 2014: movimentos de opinião pública e de mercado”, estudo que serviu de base para o projeto Estação Brasil, incluindo uma pesquisa de campo realizada em janeiro de 2011.

Entre os resultados que mais se destacam, o paper aferiu que o Governo Federal é apontado como provável maior beneficiado com a realização do mundial, seguido pelos empresários de turismo. Um outro dado observado é o fato de 83% dos entrevistados concordarem (total ou parcialmente) que os brasileiros terão mais orgulho do País após a realização do evento.

Nessa mesma pesquisa, 27% concordaram totalmente que o Brasil atenderá todas as exigências da organização do evento, enquanto outros 44% concordam em parte e, mais pessimistas, 21% discordaram da afirmação (total ou parcialmente). Conduzido pelo analista de pesquisa Fábio Fernando e o gerente de atendimento e planejamento Marcelo Castilho, o estudo está disponível para download no site do Grupo IBope: www.ibope.com.br/download/paperswapor01.pdf

O Ibope Inteligência- O Ibope Inteligência é uma organização do Grupo IBOPE que contribui para seus clientes terem conhecimento e compreensão adequados da sociedade e dos mercados onde atuam, auxiliando na tomada de decisões táticas e na elaboração de estratégias no planejamento de negócios. Seu diferencial está baseado em uma equipe multidisciplinar integrada, profissionais altamente qualificados e especialistas no conhecimento do cidadão e do consumidor.| Siga-nos no Twitter: @grupoibope

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira