Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

02/06/2011 - 08:44

Coca-Cola Brasil apresenta balanço de ações de Sustentabilidade no Dia Mundial do Meio Ambiente

O Sistema Coca-Cola Brasil comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, no dia 05 de junho (domingo), apresentando o balanço das atividades desenvolvidas no campo da Sustentabilidade, alinhadas com a plataforma Viva Positivamente. A plataforma reúne princípios, valores e áreas de atuação prioritárias para que a operação do Sistema Coca-Cola Brasil continue avançando de forma sustentável, como já acontece há bastante tempo.

Reciclagem -Na década de 90, a Coca-Cola Brasil lançou o programa “Reciclou, Ganhou”, que já trabalhava com uma visão contemporânea de reciclagem, buscando educar a população ao mesmo tempo em que incentivava o trabalho dos catadores. Hoje, a empresa apoia mais de 130 cooperativas em todo o País, com o objetivo de torná-las lucrativas e geridas corretamente, beneficiando mais de quatro mil catadores. Entre suas ações está a parceria com o Instituto Walmart, resultando em 330 Estações de Reciclagem dentro das lojas da rede; e com a ONG Doe seu Lixo, que realiza desde 2009 a capacitação dos membros das cooperativas de catadores em gestão empresarial. Graças a iniciativas como estas, o Brasil é hoje um dos países com maior índice de reciclagem de alumínio, com 98,2%, e também um dos maiores em reciclagem de PET, com 55,6%.

Embalagens eficientes -O investimento na área não é novidade para a Coca-Cola Brasil: nos últimos anos, as garrafas PET reduziram seu peso entre 8% e 26%, dependendo do volume. As de vidro e de alumínio também ficaram mais leves. Outro exemplo é a Minitampa, com alturas da tampa e do bocal menores que a do padrão tradicional, diminuindo o consumo da resina derivada de petróleo.

Ano passado, a empresa deu um importante passo em direção à garrafa sustentável do futuro, tornando-se pioneira no lançamento da PlantBottle na América Latina. Trata-se de uma embalagem revolucionária, feita de PET no qual o etanol da cana-de-açúcar substitui parte do petróleo utilizado como insumo. Por ter origem parcialmente vegetal – 30% à base da planta -, a novidade reduz a dependência em relação aos recursos não-renováveis, além de diminuir em até 20% as emissões de CO².

Uso eficiente e racional da água -O Sistema Coca-Cola Brasil utiliza hoje 1,95 litros de água para cada litro de bebida produzido, incluindo o litro que vai dentro da embalagem, um dos melhores índices da indústria do mundo. Tudo de acordo com uma política mundial para recursos hídricos baseada em três “Rs”: Reduzir a água usada na produção de bebidas; Reciclar essa água; e Repor a água às comunidades e à natureza.

Nos 16 fabricantes de Coca-Cola no Brasil, o projeto Água Limpa trata da qualidade da água que é devolvida à natureza pelos fabricantes e da economia na utilização deste bem cada vez mais escasso no planeta. Atualmente, por exemplo, 14 fabricantes e a sede da empresa no Rio de Janeiro utilizam o sistema de captação de água da chuva, inclusive como fonte bruta no processo industrial, o que possibilita a redução em até 12% na média de consumo.

Já o Programa Água das Florestas, desenvolvido pelo Instituto Coca-Cola Brasil em 2007, dedica-se à recuperação de bacias hidrográficas com o reflorestamento de suas matas ciliares. Reconhecido pelo Clinton Global Iniative, um dos mais importantes fóruns internacionais para o desenvolvimento sustentável, o projeto também contribui para a neutralização das emissões de carbono, de acordo com as diretrizes da Convenção do Clima do Protocolo de Kyoto.

Fábricas verdes -Outra ação importante é a construção de “fábricas verdes”, com conceitos de sustentabilidade como iluminação e ventilação naturais, telhados “verdes” e captação de água da chuva. Em 2009, foi instalada uma unidade, da Leão Júnior, em Fazenda Rio Grande, Paraná. Em seu terreno de 110 mil metros quadrados, sendo apenas 20 mil de área construída, são utilizados recursos e tecnologias que respeitam e preservam a natureza.

Já em abril de 2010, a primeira fábrica "verde" de refrigerantes do Sistema Coca-Cola na América Latina foi inaugurada em Maceió. Nela, foram instalados equipamentos economizadores de água, a iluminação é natural em todo o galpão e existem restrições a instalações que consomem muita energia, como condicionadores de ar e iluminação artificial.

Perfil-O Sistema Coca-Cola Brasil atua em sete segmentos do setor de bebidas não-alcoólicas - águas, chás, refrigerantes, sucos, energéticos, hidrotônicos e lácteos, com uma linha de mais de 150 produtos, entre sabores regulares e versões de baixa caloria. Formado pela Coca-Cola Brasil e 16 grupos fabricantes brasileiros, além do Sistema de Alimentos e Bebidas do Brasil (SABB), emprega diretamente mais de 53 mil funcionários, gerando indiretamente cerca de 500 mil empregos.

Os investimentos do Sistema no Brasil somaram R$ 6 bilhões nos últimos cinco anos e, em 2010, foram investidos mais R$ 2,2 bilhões. A sustentabilidade é um compromisso da Coca-Cola Brasil e se reflete na forma como a empresa e seus fabricantes lidam com as pessoas e com o meio ambiente. O índice de uso de água da Coca-Cola Brasil, por exemplo, é um dos melhores do mundo. É 1,95 litro de água para cada litro de bebida produzido - menos da metade do volume utilizado 12 anos atrás. Na reciclagem, a Coca-Cola Brasil desenvolveu, através do Instituto Coca-Cola Brasil, um programa chamado "Reciclou, Ganhou" que, desde 1996, colabora para que o País seja um dos mais avançados na reciclagem de materiais. Hoje, 98,2% das latas de alumínio e 55,6% das garrafas PET são recicladas. [www.institutococacolabrasil.com.br e www.cocacolabrasil.com.br].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: