Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

27/04/2011 - 11:45

Banco de carga da Aggreko testa turbinas de usina termoelétrica

Paraíba, Brasil – A Aggreko, líder mundial no fornecimento de energia temporária, realizou uma série de testes de carga para garantir o pleno funcionamento da Usina Termoelétrica de Campina Grande após o início de sua operação comercial. A estação de 169 MW, construída na Paraíba pela Borborema Energética S/A, opera com óleo combustível pesado.

O teste com bancos de carga é um serviço disponibilizado pela Aggreko que permite testar equipamentos de geração de energia, garantindo que os mesmos possam operar em perfeito funcionamento e dentro dos padrões aceitos. O teste de carga também permite o reconhecimento de possíveis falhas no sistema de potência, possibilitando ações corretivas antes que os equipamentos sejam colocados em operação. Os bancos de carga também fornecem uma série de dados técnicos e documentação para fins de auditoria.

“O teste na UTE de Campina Grande permitiu identificar e solucionar alguns problemas em seu sistema de produção, garantindo que seus grupos de geradores estejam prontos para funcionar assim que a conexão ao Sistema Interligado Nacional estiver disponível”, explica Diógenes Paoli Neto, Diretor da Aggreko para a América do Sul.

Além dos equipamentos fornecidos para o teste – incluindo bancos de cargas, transformadores, geradores auxiliares, entre outros, a Aggreko também disponibilizou quatro equipes formadas por um engenheiro e dois assistentes técnicos cada, que se revezaram 24h por dia para manter a operação e garantir o sucesso e a segurança do procedimento. Nos últimos anos, a Aggreko forneceu inúmeras soluções de comissionamento de sistemas de geração de energia no Brasil. Como exemplo, a companhia realizou testes em uma série de plataformas da Petrobras, como P-51, P-53, além das Barracuda P-43 e Caratinga P-48.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: