Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

Mercado São Pedro, em Niterói, será revitalizado


Criado em meados do século passado, o Mercado São Pedro, em Niterói, é atualmente o maior mercado de peixes e frutos do Estado do Rio de Janeiro. Apesar da tradição, nos últimos anos, os lojistas vêm enfrentando uma queda de 50% no movimento do comércio devido à diminuição dos preços da carne bovina e frango. Para enfrentar esse novo cenário, entidades como Sebrae/RJ, Fecomércio-RJ e Senac-Rio decidiram se unir para desenvolver melhorias no local e torná-lo mais atraente.

A partir do próximo dia 29, o Mercado São Pedro vai dar início a um novo capítulo de sua história, com o lançamento do seu “Projeto de Revitalização”, que visa melhorar a qualidade dos serviços oferecidos aos clientes. A iniciativa possibilitará também o início das obras de melhoria da infra-estrutura e embelezamento de seu entorno. As melhorias deverão permitir o reposicionamento da imagem do mercado junto ao público consumidor, aumentando a sua atratividade.

Por meio de boas práticas de gestão e higiene, estão previstas ações para a reestruturação da infra-estrutura local, como a padronização dos boxes, a reforma do estacionamento, das calçadas e urbanização local. Deverão ser realizadas ainda reformas externas, como melhorias e plantio de árvores na rua que dá acesso ao mercado. Além de alterações na ambiência interna e externa do local, estão previstas qualificação da mão-de-obra e desenvolvimento de programas sociais, voltados para a responsabilidade sócio-ambiental, saúde e qualidade do alimento.

Com a estrutura reformada, o espaço poderá ser utilizado para atividades culturais e de lazer e principalmente, para atrair um número maior de clientes e, conseqüentemente, aumentar o volume de vendas do mercado. Para realizar a reforma interna do mercado, será lançado um concurso entre as estudantes das universidades de Arquitetura do município de Niterói para escolher o melhor projeto de reforma.

Com o objetivo de destacar a proximidade do Mercado de Peixe São João ao Caminho Niemeyer está sendo articulada a possibilidade de ter a presença do arquiteto Oscar Niemeyer para compor a banca de jurados que escolherá o melhor projeto realizado.

Parceiros envolvidos - O Projeto de Revitalização do Mercado de Peixe São Pedro é uma parceria dos empresários locais com Sebrae/RJ e Senac Rio, dentro do Projeto Unir e Vencer, e conta com a parceria da Prefeitura de Niterói. e de diversas instituições que resolveram unir esforços em torno do trabalho, entre as quais, Banco do Brasil, Fecomércio-RJ, Sindilojas, Câmara de Diretores Lojistas (CDL) de Niterói, da Associação Comercial e Industrial do Rio de Janeiro e Universidade Salgado de Oliveira (Universo).

No evento de lançamento do projeto, já estão confirmadas as presenças do prefeito de Niterói, Godofredo Pinto; do diretor-superintendente do Sebrae/RJ, Sergio Malta; da reitora da Universo, Marlene Salgado de Oleira, entre outros.

O Mercado São Pedro - Inicialmente, o mercado localizava-se na Rua Visconde de Rio Branco (na época chamada de Rua da Praia porque até lá chegavam as águas da Baía de Guanabara, antes do aterro), sua estrutura era toda feita em madeira e suas dependências estendiam-se mar adentro sobre um cais flutuante. Desativado no final da década de 1960, o mercado mudou para o seu atual endereço na Ponta D’Areia-Niterói. Na sede da Rua Visconde do Rio Branco o mercado está há 35 anos.

O mercado é um dos centros de pescado mais populares do Estado do Rio. Milhares de pessoas circulam por suas dependências todos os meses - donas de casa, proprietários chefs de grandes restaurantes da região e do país – consumindo os diversos tipos de pescado que são provenientes, em sua maioria, da Região dos Lagos. Diariamente, são cerca de 1 mil pessoas.

Em seus 39 boxes, o mercado comercializa, semanalmente, cerca de 60 toneladas de peixes e frutos do mar. Na Semana Santa, as vendas sobem 200%. Além dos boxes, há ainda sete ambientes divididos em restaurantes, mercearias, quiosques e lojas de conveniência, no segundo andar do prédio. Ao todo, são 300 empregos diretos com boxes e restaurantes.

Há muito a fama do mercado ultrapassou as fronteiras de Niterói. Os comerciantes que nele trabalham fornecem seus produtos para restaurantes da Região Serrana fluminense, para estados como São Paulo e Minas Gerais e também para a capital federal. A qualidade, o condicionamento do pescado e as condições de higiene dos boxes de comercialização são motivos de zelo no local. Tradicionalmente ocorre a missa no dia 29 de junho em comemoração ao padroeiro dos pescadores, São Pedro.

O Unir e Vencer - Desenvolvido pela parceria entre Sebrae/RJ, Senac-Rio e comunidade empresarial, o projeto Unir e Vencer visa articular e mobilizar empresários do comércio varejista de bens e serviços para discutir e apontar soluções para aumentar a sua competitividade. O projeto atua junto a empresas de diversos setores, como gastronomia, lazer, turismo, confecções, materiais de construção e outros, com foco na melhoria dos aspectos mercadológicos, de gestão e tecnológico. Profissionais de diferentes ramos (empresários, gerentes e outros) recebem acompanhamento e apoio para melhor desempenhar suas atividades.

O Unir e Vencer é desenvolvido em outros 20 centros especializados e aglomerados comerciais localizados em vários municípios fluminenses. No Rio de Janeiro, participam do projeto empresários dos pólos gastronômicos de Botafogo, Vargens, Tijuca e Rio Antigo; do pólo de beleza e estética da Tijuca; do pólo atacadista de Benfica (Cadeg) e do calçadão de Campo Grande. Centros comerciais das cidades de Angra dos Reis, Resende, Volta Redonda, Barra Mansa, Três Rios, Macuco, Cantagalo, Bom Jardim e Alcântara (São Gonçalo) também participam do projeto, além do Pólo Automotivo de Nova Iguaçu.

O projeto Unir e Vencer foi concebido para ser operacionalizado em duas etapas: uma, de mobilização e estruturação, que é voltada a sensibilizar os empresários para a importância do planejamento participativo; a outra, de desenvolvimento, oferece aos empresários suporte na forma de programas de capacitação ou por meio do acompanhamento de especialistas para implementar as ações definidas na fase de planejamento.

Com base em um plano de ação construído pelos próprios empresários de maneira participativa, os envolvidos são encorajados a implementar soluções diretamente, com suporte na forma de consultorias, cursos ou seminários, destinados a elevar sua competitividade e garantir o incremento nas suas vendas.

Projeto de Revitalização do Mercado de Peixe São Pedro, lançamento dia 29 de novembro de 2006, às 10h, no Mercado de Peixe São Pedro – Rua Visconde do Rio Branco 55 – Centro – Ponta da Areia – Niterói/RJ.

Enviar Imprimir

© Copyright 2006 - 2018 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira