Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

30/03/2011 - 09:27

DuPont apresenta produtos para o segmento fotovoltaico durante a FIEE 2011

Os avanços na geração de energia elétrica a partir da tecnologia fotovoltaica estão entre os destaques do Pavilhão Fotovoltaico da ABINEE.

São Paulo – Com o objetivo de discutir as oportunidades no mercado brasileiro de fotovoltaicos e as últimas inovações no setor, a DuPont anuncia participação no Pavilhão de Sistemas Fotovoltaicos ABINEE durante a FIEE 2011, maior feira da América Latina para o segmento da indústria eletroeletrônica. O evento, que ocorrerá até 01 de abril, terá um pavilhão dedicado para demonstrar o potencial do mercado de fotovoltaicos no Brasil, uma importante alternativa na geração de energia limpa e sustentável.

Na ocasião, a DuPont apresentará seu expertise no desenvolvimento de tecnologias para o mercado de fotovoltaicos, inovações que aumentam a eficiência e a vida útil dos módulos e que reduzem os custos do sistema. A empresa atua ativamente no desenvolvimento do setor no país.

“O potencial de geração dos módulos fotovoltaicos no Brasil está entre os maiores do mundo devido à alta irradiação solar incidente no país”, explica Leônidas Bispo Andrade, gerente de Marketing e Vendas para a divisão DuPont Imaging e Electronic Technologies. “A DuPont está transformando a promessa da energia solar em realidade por meio de ações que acelerem o desenvolvimento avançado de materiais que ajudarão a reduzir os custos da energia solar, em linha com outras formas de geração energética”, ressalta o executivo.

Entre as ações da empresa no Brasil, destacam-se os projetos de pesquisa em parceria com importantes universidades. O primeiro deles, conduzido na sede da DuPont (Alphaville, SP), consiste na análise do desempenho dos módulos fotovoltaicos com novas tecnologias em filmes finos (Copper Indium Gallium diSelenid - CIGS). O objetivo é comparar o desempenho dos módulos atuais com tecnologias em desenvolvimento, permitindo uma análise importante sobre a evolução dos equipamentos na geração de energia elétrica e a criação de um histórico inédito da tecnologia no Brasil.

Periodicamente, técnicos da DuPont e pesquisadores do Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo avaliam o desempenho dos módulos nas condições climáticas locais e o potencial de geração de energia. Os resultados também são acessados remotamente pela Global Solar Energy, empresa responsável pela produção dos módulos e parceira da DuPont no projeto.

A empresa também disponibiliza para a Faculdade de Física da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) produtos que ainda não foram lançados no mercado para testes locais. Dessa forma, os pesquisadores podem analisar as tendências do setor e a evolução da tecnologia na geração de energia elétrica. Atualmente, o Núcleo de Tecnologia em Energia Solar (NT-Solar) da universidade tem uma planta piloto onde são produzidos células para módulos fotovoltaicos a partir de matérias-primas da DuPont.

Potencial de crescimento - Embora o mercado brasileiro de fotovoltaicos ainda seja muito pequeno quando comparado ao de outros países, a DuPont aposta no expressivo potencial de crescimento desse mercado, haja vista a forte incidência solar e as necessidades energéticas do país.

Estudos conduzidos por renomadas universidades do país estimam que nos próximos cinco anos o custo para a geração de energia fotovoltaica poderá estar equiparado ao da energia convencional em vários estados brasileiros. A redução do preço do Wp gerado pelos sistemas fotovoltaicos deve-se principalmente a escala de produção crescente e aos avanços tecnológicos no desenvolvimento de novos produtos, que aumentam a eficiência e a vida útil dos módulos fotovoltaicos com custos cada vez menores. Em contrapartida, a geração de energia a partir das matrizes tradicionais tende a ser cada vez mais cara.

Desempenho global- A DuPont é referência no desenvolvimento de tecnologias para o mercado fotovoltaicos, acumulando mais de 25 anos de experiência no setor. Nos últimos dois anos, a empresa investiu US$ 295 milhões na expansão da linha de produção dos filmes DuPont™ Tedlar® Polivinil Fluorido (PVF) componente crítico para a composição dos filmes de proteção aplicados no processo de fabricação dos módulos.

Outras atividades importantes são as iniciativas para dobrar a capacidade de produção da linha DuPont Solamet® (pastas metalizadas usadas na fabricação de células fotovoltaicas), parcerias com empresas do setor para impulsionar o desenvolvimento cada vez mais acelerado do mercado e a instalação de centros de pesquisas dedicados ao estudo da tecnologia fotovoltaica. Hoje, a DuPont conta com nove centros dedicados à pesquisa e desenvolvimento de produtos para o mercado fotovoltaico, localizados em Wilmington (Delaware, Estados Unidos), Meyrin (Suiça), Shanghai (China), Hong Kong (China), Tokyo (Japão), Taoyuan (Taiwan), Hyderabad (Índia), Mechelen (Bélgica) e Bristol (Inglaterra).

Em 2010, a DuPont alcançou a marca de US$ 1 bilhão em vendas globais de produtos para o setor e a meta é registrar US$ 2 bilhões de vendas anuais até 2014.

.[FIEE Elétrica / electronicAmericas, dia 28 de março a 1 de abril de 2011 , no Pavilhão de Sistemas Fotovoltaicos ABINEE, no Pavilhão de Exposições do Anhembi ].

Pefil-A DuPont é uma empresa de Ciência. Fundada em 1802, a DuPont coloca a Ciência para trabalhar na criação de soluções que tornam a vida das pessoas melhor, mais segura e mais prática. Com operações em mais de 70 países, a companhia oferece ampla variedade de produtos e serviços inovadores para mercados como segurança, agricultura, alimentação, casa e construção, comunicação e transporte.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: