Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

30/03/2011 - 09:27

Siemens planeja IPO da OSRAM

A oferta pública deve ser feita ainda em 2011. No longo prazo, Siemens continua como acionista minoritária.

São Paulo- A Siemens planeja fazer a oferta pública da OSRAM GmbH, empresa do grupo, ainda em 2011. No entanto, deverá manter uma participação minoritária, permanecendo, no longo prazo, como acionistas âncoras. “A OSRAM tem uma posição de destaque mundial como uma empresa de iluminação do grupo Siemens, e pretendemos manter nossos laços no futuro, assim, no longo prazo, ser um forte apoio para os acionistas. Com o IPO, nós queremos dar a OSRAM uma liberdade empresarial para desenvolver de forma abrangente sua posição de liderança competitiva no mercado de iluminação, hoje, extremamente competitivo por conta das inúmeras inovações tecnológicas”, disse o presidente e CEO da Siemens, Peter Löscher. Afinal, a Siemens também quer fazer parte do crescimento futuro do mercado de novas tecnologias de iluminação.

Para o IPO, Wolfgang Dehen, atualmente membro do Conselho de Gestão da Siemens e CEO do Setor de Energia, foi nomeado para chefiar o Conselho Executivo da OSRAM a partir de 1º de abril. Após a transformação da OSRAM GmbH em uma empresa de capital aberto, ele vai atuar como Presidente e CEO. “Wolfgang Dehen é um profissional muito respeitado e tem a experiência necessária para preparar a OSRAM para sua oferta pública e assim, estabelecê-la como uma companhia independente, com suas ações abertas no mercado e tendo a Siemens como um dos principais acionistas”, disse Peter Löscher. "Eu estou ansioso para trazer esta marca líder em inovação tecnológica no setor de iluminação para o mercado de ações. Em conjunto com quase 40 mil funcionários ao redor do mundo, queremos atuar decisivamente na formação do futuro do mercado de iluminação com tecnologias verdes e soluções eficientes em termos de consumo de energia. Isso tudo ao lado de Martin Goetzeler, que permanece como Diretor de Operações, para o sucesso dessa trajetória”, disse Wolfgang Dehen.

Martin Goetzeler renunciou ao seu cargo de CEO da Diretoria Executiva da Osram GmbH, e foi nomeado Diretor de Operações (COO) pelo Conselho de Administração da Osram GmbH, a partir de 1 º de abril de 2011. Ele continuará a desempenhar esta função como membro do Conselho de Administração da OSRAM AG. Já Dr. Klaus Patzak, atualmente Chefe Contabilista e auditor da Siemens AG, será o novo CFO da OSRAM GmbH – e depois do IPO, segue como CFO da OSRAM AG.

É importante ressaltar que a OSRAM é pioneira em relevantes etapas da cadeia de valor do mercado de iluminação, o que significa uma forte atuação no desenvolvimento de produtos convencionais até as novas tecnologias. Hoje, 20% de sua receita é gerada a partir da comercialização de produtos com tecnologia LED, a empresa é líder em inovação e também no processo de transformação e substituição de tecnologias que está em curso no mercado de iluminação. Dessa forma, produtos verdes e eficientes já respondem por 70% da receita da empresa.

Analistas estimam que o mercado total de componentes, equipamentos de iluminação e soluções de iluminação movimenta certa de € 45 bilhões, sendo que luminárias e sistemas de iluminação são responsáveis ??por mais de dois terços desse mercado. Estimulados pelas tecnologias baseadas em semicondutores, como LEDs e OLEDs, o mercado total deve crescer cerca de € 65 bilhões até 2016. Nesse sentido, em Fevereiro desse ano, a OSRAM anunciou seus planos de expansão com a aquisição da Siteco, que é um ativo no mercado para equipamentos e soluções de iluminação.

Por outro lado, a iluminação geral é responsável pela maior parte da receita provinda entre todas as áreas da OSRAM. A empresa é líder mundial na fabricação de lâmpadas automotivas e com tecnologia LED para veículos. E também tem uma posição de liderança no mercado de reatores eletrônicos. Hoje, o negócio de semicondutores da OSRAM passa por rápido crescimento e é de importância estratégica. Por fim, a inovação também é veloz na área de display optic. Para manter esse pioneirismo, a empresa investe cerca de 5,5% de sua receita total em pesquisa e desenvolvimento.

A OSRAM foi registrada pela primeira vez em 1906, e é hoje uma das marcas mais antigas do mundo globalmente reconhecida. As três empresas AEG, Siemens e Halske AG e Deutsche Gasglühlicht AG acordaram suas atividades de produção de lâmpada em 1º julho de 1919. Desde 1978, a OSRAM GmbH é uma subsidiária integral da Siemens AG.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: