Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

22/03/2011 - 10:03

BNDES inicia atuação no patrocínio esportivo com apoio à canoagem


O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e o ministro do Esporte, Orlando Silva, anunciaram no dia 21 de março (segunda-feira), o início da atuação do Banco como patrocinador do esporte, apoiando a canoagem brasileira. Também participou da cerimônia, o presidente da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), João Tomasini.

O objetivo do BNDES é incentivar e viabilizar o desenvolvimento da canoagem e da para canoagem olímpicas brasileiras. Para tanto, serão destinados à modalidade, em 2011, até R$ 10 milhões, através de deduções pela Lei de Incentivo ao Esporte. O acompanhamento das operações ficará a cargo do BNDES, ao qual caberá a análise dos projetos encaminhados pela CBCa. “A canoagem é uma modalidade emergente, que já conta com uma estrutura e com grande potencial. Apesar disso, estava órfã de patrocínio”, ressaltou Coutinho, citando dados do setor e lembrando que o brasileiro Fernando Fernandes é o atual campeão mundial de para canoagem.

O presidente do BNDES disse ainda que a modalidade é adequada ao Brasil, país com uma costa enorme e com bacias hidrográficas apropriadas também à canoagem de corredeiras. “Queremos estruturar este esporte de forma sólida e definitiva. O apoio do BNDES será dado com consistência e com continuidade, seguindo a visão de longo prazo que o BNDES tem em tudo o que faz”, frisou Coutinho.

Mas a estreia do BNDES no esporte será bem antes disso. O Banco terá sua marca presente já no Campeonato Sul-Americano de Canoagem Velocidade, a ser disputado na Lagoa Rodrigo de Freitas, na cidade do Rio de Janeiro, entre os dias 8 e 10 de abril.

O ministro do Esporte salientou que o apoio do BNDES deve contribuir com o esforço de aprimoramento da gestão dos esportes de alto rendimento no Brasil. “Esse apoio vai ter um impacto muito positivo no desenvolvimento de um outro modelo para a canoagem no Brasil. A modalidade é uma das primeiras que consolidou um planejamento até 2016 e creio que esse aporte do BNDES é mais um passo para garantir não só melhor infraestrutura, melhores equipamentos e assistência aos atletas, mas para estimular uma governança diferente no esporte de alto nível no País”, disse.

Além de possuir o atual campeão mundial de paracanoagem, o Brasil possui cerca de 30 mil praticantes e 1.700 atletas confederados, organizados em 16 Estados e 104 associações. De acordo com João Tomasini, o objetivo é que, a partir de agora, a modalidade passe a estar presente em todos os 27 Estados brasileiros. “Toda a negociação com o BNDES está sendo canalizada para a base da canoagem brasileira, para a universalização da modalidade, de forma organizada, estruturada e competitiva”, afirmou o dirigente.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira