Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

24/07/2007 - 09:22

Pequenos países, grandes negócios

Crescimento de países como a Coréia do Norte ultrapassou 1.100%

Os países considerados menores no cenário internacional estão provando que podem ser grandes para o comércio exterior brasileiro, através do Porto Municipal de Itajaí. De acordo com números do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), no acumulado até junho, o crescimento de países como a Coréia do Norte, com território pouco maior que Santa Catarina, ficou em 1.179%.

Na fronteira com China e Rússia, a Coréia do Norte negociou o equivalente a US$ 4,1 milhões com a indústria brasileira através de Itajaí. No mesmo período de 2006, o valor das compras da Coréia do Norte ficou em US$ 328,1 mil. A principal mercadoria negociada pelo país foi o tabaco da indústria catarinense. O produto foi responsável por 60% das compras coreanas através do Porto Municipal de Itajaí, totalizando US$ 2,5 milhões.

O Azerbaijão, um pequeno país localizado no Cáucaso, entre a Europa e a Ásia, negociou o equivalente a US$ 4,5 milhões até junho de 2007. Na comparação com o mesmo período de 2006, os negócios com Azerbaijão cresceram 455%. A principal mercadoria comprada pelo país através do Porto Municipal de Itajaí foi o frango congelado. O total de US$ 3,2 milhões do produto representou 71% das compras do Azerbaijão.

O Reino Hashemita da Jordânia, que faz divisa com a Síria, Iraque, Arábia Saudita e Egito, registrou um crescimento de 315% nas compras de mercadorias brasileiras através do Porto Municipal de Itajaí. Entre os meses de janeiro e junho de 2007 o país importou US$ 16,2 milhões de produtos nacionais. Os principais produtos na carteira de comércio exterior com a Jordânia são as carnes congeladas, em especial o frango, responsável por 34% das compras com um total de US$ 5,4 milhões. A importação de açúcar brasileiro registrou um total de US$ 9,5 milhões, ficando responsável por 59% das compras da Jordânia.

Na avaliação do superintendente do Porto Municipal de Itajaí, Wilson Francisco Rebelo, os números demonstram a capacidade de adaptação do porto com a realidade da economia brasileira e internacional. “Os crescimentos apresentados mostram que a indústria nacional está sempre procurando alternativas para escoar a produção. O Porto Municipal de Itajaí une a qualidade dos serviços que oferece com a variedade e freqüência de rotas que atendem as necessidades do mercado brasileiro”, conclui o superintendente. | www.portoitajai.com.br

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: