Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

01/02/2011 - 09:57

Dniproavia, uma empresa da aliança ucraniana de aviação, operará dez E-Jets da Embraer

Expansão da frota poderá tornar a Dniproavia o maior operador de aviões Embraer no Leste Europeu.

São José dos Campos – A Embraer e a Dniproavia, uma empresa da Aliança Ucraniana de Aviação, fecharam um acordo, no dia 31 de janeiro (sábado), para a entrega de dez jatos Embraer 190, com opções para outras cinco unidades. Os aviões serão operados pela Dniproavia, em cooperação com a AeroSvit, outra empresa pertencente ao grupo, por meio de uma operação de leasing estruturada por terceiros. O valor total do negócio, referido a preço de lista, é de US$ 400 milhões, com base nas condições econômicas de janeiro de 2010, e pode chegar a US$ 600 milhões caso todas as opções sejam confirmadas. Este valor será somado à atual carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) da Embraer.

“Não há recompensa maior para um fabricante de aeronaves como a Embraer do que expandir a sua base de clientes e receber um novo parceiro na família de E-Jets, especialmente no Leste Europeu”, disse Paulo César de Souza e Silva, vice-presidente executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial. “Temos muito orgulho de fazer parte do crescimento sustentável da Aliança Ucraniana de Aviação. Já temos uma parceria de sucesso com a Dniproavia, cuja frota terá 25 ERJ 145 até o final deste ano, e temos confiança que as características de desempenho do Embraer 190 permitirão à companhia aérea e seus aliados expandir a atuação no mercado europeu.”

Os jatos Embraer 190 da Dniproavia serão configurados em duas classes, acomodando confortavelmente 104 passageiros. A entrega das duas primeiras aeronaves está prevista para o último trimestre de 2011. Todos os dez aviões servirão às rotas domésticas e internacionais da aliança a partir do centro de operações (hub) de Kiev Boryspil (KBP).

“A forte presença da marca, a economia e o desempenho, juntamente com o elevado nível de conforto da cabine para os nossos passageiros, são os principais fatores levados em consideração na escolha dos modernos jatos EMBRAER 190. Operar o E-190 em conjunto com nossos aviões narrowbody nos permitirá expandir a nossa malha aérea doméstica e intraeuropeia”, disse Vadim Shvitay, Secretário Executivo da Aliança Ucraniana de Aviação.

Aliança Ucraniana de Aviação - A Aliança Ucraniana de Aviação foi criada no início de 2007 por duas compahias aéreas ucranianas: a Donbassaero [www.donbass.aero] e a AeroSvit [www.aerosvit.com]. Em outubro de 2010, a Dniproavia [www.dniproavia.com] oficialmente se juntou ao grupo. Um dos principais objetivos da aliança é aumentar a competitividade das empresas do grupo no mercado internacional e, consequentemente, aprimorar a indústria de transporte aéreo na Ucrânia. A cooperação envolve questões operacionais e comerciais, incluindo a otimização da composição da frota. As empresas estão desenvolvendo conexões internacionais apropriadas no Aeroporto Internacional Boryspil (KBP), em Kiev, para maximizar o efeito da sinergia.

Família Embraer 170/190 de E-Jets- A família Embraer 170/190 de E-Jets é composta por quatro jatos comerciais com capacidades de 70 a 122 assentos, fruto de um projeto de engenharia avançado que apresenta desempenho destacado, grande economia operacional, baixo nível de emissão de poluentes e uma ampla cabine de passageiros sem os indesejados assentos do meio.

Os E-Jets têm velocidade de cruzeiro máxima de Mach 0,82, voam a uma altitude de até 12.500 metros (41.000 pés) e possuem alcance de 4.400 km (2.400 milhas náuticas). O alto grau de comunalidade entre as quatro aeronaves – Embraer 170, Embraer 175, Embraer 190 e Embraer 195 – resulta em excepcional redução nos custos de treinamento, manutenção e peças de reposição para os operadores. Outro destaque é a moderna tecnologia fly-by-wire, que aumenta a segurança operacional e reduz a carga de trabalho dos pilotos e o consumo de combustível.

A família de jatos Embraer 170/190 oferece conforto superior com o projeto da fuselagem em dupla-bolha, que inclui duas entradas principais para passageiros e duas portas de serviço, que minimizam o tempo de permanência no solo. Os E-Jets oferecem muito mais espaço ao passageiro que qualquer outra aeronave de tamanho equivalente. |www.EmbraerCommercialJets.com.br.

Com grande aceitação, mais de 900 pedidos firmes já foram recebidos e 700 aeronaves entregues em todo o mundo. A frota em operação acumulou 5 milhões de horas de voo e transportou 200 milhões de passageiros. Na Europa, 161 E-Jets são operados atualmente por 16 companhias aéreas. Trata-se de uma comprovada família de jatos que tem auxiliado companhias aéreas a ajustar capacidade à demanda em rotas operadas por aeronaves narrowbody com baixa taxa de ocupação, substituindo jatos regionais de 50 assentos, bem como aeronaves antigas e ineficientes. Os E-Jets também estão sendo utilizados para desenvolver novos mercados, com menores custos e maior eficiência. | www.eforefficiency.comwww.eforefficiency.com .

A Embraer S.A. (NYSE: ERJ; BM&FBovespa: EMBR3) é uma empresa líder na fabricação de jatos comerciais de até 120 assentos e uma das maiores exportadoras brasileiras. Com sede em São José dos Campos, no Estado de São Paulo, mantém escritórios, instalações industriais e oficinas de serviços ao cliente no Brasil, China, Estados Unidos, França, Portugal e Singapura.

Perfil- Fundada em 1969, a Embraer projeta, desenvolve, fabrica e vende aeronaves para os segmentos de aviação comercial, aviação executiva e defesa. A Empresa também fornece suporte e serviços de pós-vendas a clientes em todo o mundo. Em 31 de dezembro de 2010, a Embraer contava com 17.149 empregados – número que não inclui funcionários das subsidiárias nãointegrais – e possuía uma carteira de pedidos firmes a entregar de US$ 15,6 bilhões.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira