Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

19/01/2011 - 08:46

Delta Air Lines anuncia lucro trimestral de US$ 158 milhões e lucro anual de US$ 1.4 bilhão, excluindo itens especiais

Atlanta– A Delta Air Lines (NYSE:DAL) anunciou hoje seus resultados financeiros do último trimestre de 2010. Os pontos-chave incluem: . O lucro líquido da Delta para o trimestre, encerrado em dezembro de 2010, foi de US$ 158 milhões, ou US$ 0,19 por ação diluída, excluindo itens especiais1. Uma melhora de US$ 383 milhões em relação ao ano anterior.

.O lucro líquido GAAP da Delta foi de US$ 19 milhões, ou US$ 0,02 por ação diluída, para o terceiro trimestre encerrado em dezembro de 2010.

.O lucro líquido da Delta para 2010 foi de US$ 1,4 bilhão, excluindo itens especiais. Incluindo US$ 851 milhões em itens especiais, o lucro líquido da Delta em 2010 foi de US$ 593 milhões.

.Os resultados de 2010 incluem US$ 313 milhões com despesas de participação nos lucros, incluindo US$ 38 milhões do terceiro trimestre encerrado em dezembro, em reconhecimento das conquistas dos funcionários da Delta que cumpriram as metas financeiras da empresa.

.A Delta finalizou o ano de 2010 com US$ 5,2 bilhões em liquidez ilimitada.

“Nossos resultados de 2010 estão entre os melhores da história da Delta e nos ajudaram a enfrentar o aumento nos preços do combustível em 2011,” comentou Richard Anderson, CEO da Delta. “Estes resultados são reflexo direto do sucesso da nossa fusão, disciplina de custos e estratégia de redução da dívida, além de serem produto da dedicação e determinação dos funcionários da Delta em todo o mundo, aos quais pagaremos mais de US$ 300 milhões em participação nos lucros.”

Faturamento - O total da receita operacional para o trimestre terminado em dezembro de 2010 foi de US$ 7,8 bilhões, um aumento de US$ 1 bilhão, ou 14%, se comparado ao mesmo período do ano anterior.

. A receita de passageiros aumentou 15%, ou US$ 889 milhões, se comparada ao mesmo período do ano anterior com uma capacidade 7% maior. A receita por unidade de passageiro (PRASM) aumentou 8%, impulsionada por uma melhora de 9% no rendimento.

.A receita de cargas diminuiu 7%, ou US$ 17 milhões, devido à eliminação das operações de carga, parcialmente compensada pelo aumento no volume e na produção.

. Outros, receita líquida aumentou 14%, ou US$ 112 milhões, especialmente devido ao aumento das receitas SkyMiles e das receitas de produtos e serviços adicionais.

“Com a mesma força que construímos os resultados em 2010, esperamos manter nossas margens, ano a ano, no trimestre de janeiro a março apesar do aumento nos preços do combustível, que gerou mais de US$ 350 milhões de custos”, diz Ed Bastian, presidente da Delta. “Recente ação da indústria em relação às tarifas, combinada com a expansão dos serviços e produtos adicionais da Delta, proporcionará a longo prazo solução, baseada na receita, para enfrentar o aumento nos combustíveis.”

Custos - No trimestre de dezembro de 2010 os gastos operacionais cresceram US$ 644 milhões em relação ao ano anterior devido ao aumento no preço dos combustíveis, volume e despesas relacionadas à receita, e gastos com participação nos lucros, que foram praticamente compensados por sinergias de custo da fusão.

A unidade de custo consolidada (CASM2), excluindo combustível, divisão dos lucros e itens especiais, caiu 2% no trimestre que terminou em dezembro de 2010, se comparado ao mesmo período do ano anterior, com 7% acima da capacidade. O CASM para o trimestre aumentou 2% devido ao aumento no preço do combustível e gastos com divisão de lucro.

Os gastos não operacionais, excluindo itens especiais caíram US$ 67 milhões devido aos benefícios das iniciativas de redução de dívidas da Delta. Incluindo itens especiais, os gastos não operacionais foram de US$ 36 milhões a menos que no trimestre de dezembro de 2009.

Liquidez - A partir de 31 de dezembro de 2010, a Delta obteve US$ 5,2 bilhões de liquidez irrestrita, incluindo US$ 3,6 bilhões em caixa e investimentos de curto prazo e US$ 1,6 bilhão em linhas de crédito rotativo não sacado. Durante o trimestre de dezembro de 2010, o fluxo de caixa operacional foi de US$ 318 milhões, impulsionado pela rentabilidade da empresa parcialmente compensada pela normal redução sazonal nas vendas antecipadas de passagens. O fluxo de caixa livre foi de US$ 52 milhões no trimestre terminado em dezembro de 2010, e US$ 1,6 bilhão para o ano todo.

O caixa utilizado em investimento durante o trimestre foi de US$ 266 milhões, dos quais US$ 178 milhões foram para investimento em aeronaves, peças e modificações, incluindo winglets, assentos cama (flat-bed-seats) e melhoria nos sistemas de entretenimentos em assentos individuais.

Em 31 de dezembro, a dívida líquida ajustada da Delta era de US$ 15 bilhões, uma redução de US$ 2 bilhões desde 31 de dezembro de 2009.

“Através do árduo trabalho da equipe da Delta terminamos 2010 com custos unitários planos em relação ao combustível e uma redução de US$ 2 bilhões na dívida líquida ajustada, cumprindo dois dos nossos principais compromissos financeiros para o ano”, afirma Hank Halter, diretor de finanças da Delta. “Para atenuar a pressão sobre os nossos negócios a partir da alta no preço dos combustíveis em 2011, nos comprometemos a manter uma estrutura de custos competitiva e diminuir as dívidas.”

Destaques da Companhia- A Delta tem um forte compromisso com seus funcionários, clientes e comunidades que serve. As principais realizações em 2010 incluem: . Acumulo de mais de US$ 300 milhões em participação nos lucros, em reconhecimento das conquistas de todos os empregados da Delta em direção ao cumprimento das metas financeiras da empresa;

. Tomada de medidas importantes para resolver problemas de representação remanescentes, como os funcionários da Delta que votaram em cinco eleições para manter o relacionamento direto e a cultura que a empresa tem mantido ao longo de décadas;

. Implementação de mais de US$ 2 bilhões de investimento – o maior investimento da Delta em produtos em uma década – em melhorias dos produtos, serviços e aeroportos até 2013, incluindo o novo terminal internacional em New York-JFK, assentos cama na BusinessElite e entretenimento individual em cada cabine em todas as aeronaves trans-oceânicas, expandindo o Wi-Fi para todas as duas classes de jatos e melhorando a eficiência do combustível com a adição de winglets em mais de 44 aviões da frota da Delta;

. Celebração dos 10 anos do SkyTeam e boas-vindas à Vietnam Airlines e TAROM, a companhia aérea da Romênia no SkyTeam; e apoio aos pedidos da China Eastern, da Aerolineas Argentinas e da Garuda Indonesia em participar do SkyTeam;

. Extensão do alcance da Delta por meio de aliança e parcerias de code-share, incluindo a adição da Alitalia na joint-venture com a Air France-KLM; firmação de um novo acordo de code-share com a Hawaiian Airlines, que oferecerá aos clientes da Delta acesso às conexões para as ilhas do Hawaii; e planejamento de acordo de code-share com a GOL, empresa aérea brasileira;

. Expansão da rede da Delta para oferecer aos clientes as rotas internacionais que eles necessitam ao anunciar mais frequências entre os portões da Delta nos Estados Unidos e Heathrow, em Londres, novo serviço para o aerporto de Haneda, em Tóquio, e a ilha Palau no Pacífico, e o aumento do serviço para África, Xangai, Manila, Beijing, Guangzhou e Reykjavik, na Islândia;

. Lançamento de um canal de serviço ao cliente, líder na indústria, que permite contato com a Delta em tempo real a partir do @DeltaAssist no Twitter;

. Ampliação do compromisso da Delta com as comunidades que serve ao arrecadar US$ 1 milhão em donativos para o Memorial Nacional Martin Luther King Jr., em Washington, D.C. e US$ 1 milhão para a Breast Cancer Research Foundation; contribuição de US$ 1 milhão para o National Center for Civil and Human Rights de Atlanta, e US$ 2 milhões para a Grady Health Foundation, em Atlanta, além de construir casas juntamente com a Habitat for Humanity em nove estados dos Estados Unidos e Chile.

Perfil- A Delta Air Lines serve mais de 160 milhões de passageiros ao ano. Líder de uma rede mundial, a Delta e a Delta Connection oferecem serviços para 357 destinos em 67 países em seis continents. Com escritório principal em Atlanta, a Delta emprega mais de 75.000 pessoas no mundo e opera uma frota com mais de 700 aeronaves. Membro fundador da aliança global SkyTeam, a Delta participa da aliança transatlântica líder da indústria com a Air France-KLM e Alitalia. Incluindo seus parceiros globais, a Delta oferece aos seus clientes mais de 13.000 voos diários, com hubs em Amsterdã, Atlanta, Cincinnati, Detroit, Memphis, Minneapolis-St.Paul, New York-JFK, Paris-Charles de Gaulle, Salt Lake City e Tóquio-Narita. O serviço da companhia aérea inclui o SkyMiles, maior programa de fidelidade de companhia aérea do mundo; o premiado serviço BusinessElite; e mais de 50 Delta Sky Clubs em aeroportos no mundo. A Delta está investindo mais de US$ 2 bilhões até 2013 em melhorias de aeroportos, produtos, serviços e tecnologia para melhor atender o cliente no ar e na terra. Seus clientes podem checar informações sobre voos, passagem aérea, bagagens e revisar status de voo no site delta.com

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira