Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

17/11/2010 - 09:49

Investimentos da ERSA em geração de energia já superam R$ 1 bilhão

Com sete PCHs operando e quatro em fase final de construção, empresa eleva em 153% a receita líquida.

A ERSA – Energias Renováveis, companhia dedicada exclusivamente à geração de energias limpas a partir de fontes renováveis, fechou o terceiro trimestre de 2010 contabilizando em investimentos superiores a R$ 1 bilhão em geração de energia desde o início de suas atividades. A empresa tem hoje sete pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) em operação e quatro em fase final de construção, que começarão a gerar energia nos próximos meses. No final de 2010, iniciará as obras de mais uma PCH e de quatro parques eólicos. Além disto, outras seis PCHs e outros sete parques eólicos estão sendo preparados para início de construção em 2011.

De acordo com Roberto Sahade, co-presidente da ERSA, o planejamento da companhia prevê forte crescimento em curto e médio prazos e os investimentos serão cada vez mais intensivos. “Além da implementação dos empreendimentos programados, a ERSA investe também no desenvolvimento de novos projetos, fazendo medições de vento e inventários de rios em várias regiões do País.”

Nos nove primeiros meses do ano, a ERSA acumulou receita operacional líquida de R$ 78,48 milhões, com crescimento de 153% em relação aos R$ 30,97 milhões obtidos até o terceiro trimestre de 2009, reforçando o crescimento consistente da geração de caixa da empresa através das operações das PCHs.

O crescimento da receita da ERSA em 2010 é resultado da entrada em operação de mais três pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) – Paiol (20 MW) e São Gonçalo (11 MW), em Minas Gerais, e Arvoredo (13 MW), em Santa Catarina, que se somaram às três que já estavam em funcionamento nos mesmos Estados, e também do incremento em suas atividades de comercialização de energia.

Em outubro, a ERSA colocou em operação a sétima usina, a PCH Varginha, com 9 MW, alcançando uma capacidade instalada de 100 MW.

O investimento nas sete PCHs que já estão operando ficou em torno de R$ 500 milhões. Os quatro empreendimentos em fase final de obras receberam aproximadamente R$ 370 milhões de investimento.

Outro evento importante para a empresa ocorrido no terceiro trimestre do ano foi a comercialização da energia de quatro projetos eólicos e de uma PCH no leilão de fontes alternativas realizado em agosto. Com o sucesso da participação no leilão, além dos R$ 700 milhões programados para as próximas seis usinas, a ERSA prevê investimentos de R$ 345 milhões na implantação dos parques eólicos, que estão localizados no Rio Grande do Norte e somam 78 MW de capacidade, e de R$ 124 milhões na PCH Salto Góes, que tem capacidade estimada de 20 MW e fica em Minas Gerais. Os projetos estarão prontos em janeiro de 2013.

Ao todo, a ERSA reúne um portfólio de 19 pequenas centrais hidrelétricas em diferentes fases: operação, construção e preparação para construção, e de oito parques eólicos todos localizados no Nordeste do País. Quatro deles terão sua construção iniciada em 2011.

Perfil da ERSA - Uma das principais empresas no Brasil no segmento de pequenas e médias unidades geradoras de energia elétrica a partir exclusivamente de fontes renováveis, tais como hídrica, eólica e cogeração, a ERSA tem como sócios: Pátria Investimentos, Eton Park (empresa norte-americana de gestão de recursos), FIP Brasil Energia (fundo gerido pelo BTG Pactual), Banco Bradesco de Investimento (através do BBI FIP Multisetorial Plus), DEG (banco de desenvolvimento integrante do grupo financeiro alemão KfW) e GMR Empreendimentos Energéticos.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: