Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

07/09/2010 - 09:35

Porto recebe tanques de guerra e peças de grande porte


Descarregamento de tanques de guerra movimentou o Porto Novo na manhã do dia 06 de setembro (segunda-feira). A operação ainda contou com o recebimento de peças de grande porte.

O Exército Brasileiro montou uma verdadeira operação de guerra na manhã ddo dia 06 de setembro (segunda-feira), no Porto Novo do Rio Grande, para receber seus 30 novos carros de combate (conhecidos popularmente como tanques de guerra). A operação conta com diversas organizações militares, todas pertencentes ao Comando Militar do Sul. O navio República Argentina, que embarcou a carga no porto de Hamburgo (Alemanha), deve ter a operação concluída no início da tarde de hoje.

A carga foi comprada pelo Exército Brasileiro com o objetivo de modernizar seus carros de combate que atualmente são do modelo Leopar 1A1, bem inferiores aos que estão sendo importados, que são Leopar 1A5. Os tanques de guerra foram adquiridos do Exército Alemão e passaram por uma manutenção realizada pela empresa Rheinmetall Land System, para posteriormente serem embarcados para o Brasil.

Os carros de combate estão sendo descarregados do interior do navio por técnicos da empresa alemã que realizou a sua manutenção. O descarregamento está ocorrendo através de uma rampa do próprio navio, o que possibilitou que os tanques de guerra desçam andando. No cais, com o auxílio de outra rampa os tanques, com 45 toneladas, estão sendo embarcados em oito carretas do Exército, com capacidade cada uma para transportar um tanque por vez. A carga será transportada até a Guarnição Militar Federal de Santa Maria, sede da 3ª Divisão de Exército – Divisão Encouraçada. Cada carreta, que só poderá transitar a luz do dia, deverá levar 10 horas para realizar a viagem que contará com escolta. O transporte de todo o material levará 10 dias para ser realizado. Após passar por testes os tanques de guerra serão distribuídos para unidades do Rio Grande do Sul e Paraná.

Esse é o terceiro lote recebido pelo Exército, contando com 28 carros de combate e duas viaturas blindadas de Engenharia Escola de Motorista, além de dispositivos de simulação de engajamento tático. O 1º e 2º lote chegaram ao Porto do Rio Grande em dezembro de 2009 e maio de 2010, respectivamente. O projeto Leopard, desenvolvido desde 2007, prevê o recebimento de 11 lotes que chegarão ao Brasil até o final de 2011, totalizando 220 carros de combate e 19 viaturas blindadas, sendo 7 Especializadas Socorro (VBE Soc); 4 Especializadas Lança Pontes (VBE L Pnt); 4 de Combate de Engenharia (VBC Eng); e 04 Escola de Motorista. Também estão incluídos no Projeto diversos equipamentos de simulação, rádios, além de ferramental, suprimentos, manuais, treinamento de recursos humanos e suporte logístico para todos os materiais de emprego militar incluídos.

Peça de grande porte - Também foi realizada na ocasião, o descarregamento de peças de grande porte que constituem uma máquina injetora horizontal para plástico. O equipamento, embarcado no navio República Argentina no porto de Hamburgo, totaliza 185 toneladas e será utilizado em uma indústria de plásticos instalada na Serra Gaúcha. Conforme a Preston Serviços em Exportação e Importação, de Novo Hamburgo, será utilizado no transporte das peças oito carretas, das quais quatro normais e quatro equipadas com prancha para cargas especiais, sendo uma para cargas até 27 toneladas, duas para cargas acima de 30 toneladas e uma especial para cargas acima de 40tons. Esse tipo de transporte conta com acompanhamento de batedores e licença de trânsito especial da Polícia Rodoviária Estadual e Federal, já que as cargas possuem medidas especiais. Ao todo serão transportadas 21 peças. A maior delas possui 46,5 toneladas, seguida por uma de 36,5 toneladas e outra de 30,1 toneladas. De Rio Grande o equipamento será transportado até a Estação Aduaneira Interior (Eadi) da Serra Gaúcha, localizada em Caxias do Sul, onde será realizado o desembaraço da importação.| Alan Bastos

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: