Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

05/08/2010 - 08:01

Rio Grande atingiu 315.290 TEUs, 7,2% de aumento no 1S10

Movimento recorde registrado no porto do Rio Grande (RS), ante 1S09, o que desde início do ano refletiu em números positivos no período.

Ao todo o porto rio-grandino operou 14.112.520 toneladas, com um crescimento de 14,8% em relação a 2009.

A movimentação foi a maior da história do porto gaúcho para o período. Até então, o recorde era de 2008, quando no primeiro semestre foram importadas e exportadas 13.325.400 toneladas.

Os embarques foram responsáveis pelo maior volume, 9.225.920 toneladas, com alta de 4,5%. Já os desembarques se destacaram pelo crescimento de 12,2%, atingindo 4.883.933 toneladas. Por segmento de carga todos os setores registraram incremento: granel sólido (16,7%), carga geral (+16%) e granel líquido (+5%).

De acordo com o superintendente do porto do Rio Grande, Jayme Ramis, os números positivos já apontam que o ano deverá fechar com uma movimentação próxima dos 30 milhões de toneladas, ultrapassando a marca histórica de 26,7 milhões de toneladas obtida em 2007.

“Para os próximos anos acreditamos que o porto terá um grande incremento na movimentação chegando em 2015 na marca dos 50 milhões de toneladas. Isso deverá ser alcançado principalmente pelos investimentos em infraestrutura, como o aprofundamento do calado, e na implantação de novos terminais”, destacou Ramis.

Os embarques de cereais somaram 5.382.756 toneladas, com alta de 2,1%. Já os desembarques obtiveram saldo positivo, com alta de 5%, somando 762.328 toneladas.

A movimentação de contêineres também cresceu, com aumento de 7,2%, totalizando 315.290 TEU, contra 293.954 TEU no primeiro semestre de 2009. Outro setor que teve alta foi o de embarcações que contabilizou 1.602 unidades (+5,6%). A cabotagem alcançou o maior crescimento, 51,9% (310 embarcações), seguida pela navegação interior (+4,6%). Apenas as embarcações de longo curso registraram índice negativo (-6,8%).

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: