Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

13/07/2010 - 10:19

Conversão de biomassa pode render US$ 230 bilhões para a economia mundial até 2020, afirma executivo


O presidente da Novozymes, empresa líder mundial em biotecnologia, Steen Riisgaard, chegou ao Brasil no dia 12 de julho (segunda-feira), Riisgaard vem da Dinamarca para promover o uso de fontes renováveis e projetos de bioenergia. Segundo ele a conversão de biomassa em combustíveis, energia e produtos químicos, tem o potencial de contribuir com mais de US$ 230 bilhões para a economia mundial até 2020. “Até lá a comercialização dos biocombustíveis celulósicos deverá criar 800 mil novos empregos (190 mil empregos verdes diretos e 610 mil empregos novos indiretos), só nos EUA”, disse. As afirmações de Riisgaard são baseadas no relatório “O Futuro das Biorrefinarias Industriais”, encomendado pelo Fórum Econômico Mundial com a participação da Novozymes, da brasileira Braskem, da Royal DSM N.V., Dupont e McKinsey & Company.

Conforme Riisgaard, “com o passar dos anos os automóveis, caminhões e até mesmo os aviões serão abastecidos por combustíveis sustentáveis de baixo carbono, derivados de biomassa”. O industrial afirmou, ainda, que os plásticos e produtos químicos serão feitos a partir de plantas e não do petróleo. “Como resultado as biorrefinarias investirão bilhões de dólares na economia e criarão milhares de empregos”, completou.

A Novozymes teve um faturamento 9% superior no primeiro trimestre desse ano, em relação ao mesmo período de 2009, ano em que atingiu vendas totais de US$ 1,6 bilhão. A Dinamarca, onde fica a matriz, tem as tarifas de energia elétrica mais caras do mundo e a maior parte com origem termoelétrica. Contudo, 20% da energia vem de usinas eólicas e o país investe pesado na pesquisa de novas fontes.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: