Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

23/06/2010 - 09:41

Laboratório para uso de biomassa no refino é inaugurado no Rio Grande do Norte

A Petrobras e Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) inauguraram na manhã do dia 22 de junho (terça-feira),o Laboratório de Biomassa e Biocombustíveis para o desenvolvimento de pesquisas em processo de obtenção de bio-óleo por pirólise rápida catalítica, a partir de resíduos vegetais.

De acordo com gerente geral de Pesquisa e Desenvolvimento do Abastecimento da Petrobras, Alípio Ferreira Pinto Júnior, esta é a primeira unidade de pirólise instalada numa Universidade Brasileira. “Nossa intenção é contribuir para o desenvolvimento do conhecimento local”, afirmou o Gerente durante a cerimônia. No novo laboratório, pesquisadores do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes) e da Universidade desenvolverão estudos sobre melhoramento da qualidade de bio-óleo gerado por este processo, para poder no futuro incorporá-lo às plantas de refino da companhia.

Gerado a partir de matérias-primas como serragem de madeira, capim-elefante e principalmente palha ou bagaço de cana-de-açúcar, o bio-óleo com qualidade adequada pode ser processado em unidades de refino convencionais, gerando combustíveis de alta qualidade. Para o professor João Fernandes de Souza, coordenador do laboratório, “a implantação da unidade é motivo de orgulho para todos da UFRN, uma vez que o uso da biomassa para geração de combustíveis pode contribuir para o desenvolvimento sustentável do nosso país”.

Os novos equipamentos estão instalados em laboratório com 150m2 de área construída, sendo o principal deles uma planta piloto de pirólise térmica com capacidade de processar 1 kg/hr de biomassa seca. “Estamos vivendo um momento de crescimento no país e por conseqüência temos um ambiente favorável para o avanço das parcerias com a Petrobras que já foram responsáveis pela qualificação de um bom número de professores e alunos da UFRN”, afirmou o reitor da Instituição, José Ivonildo do Rego.

A Redes temáticas - O modelo das Redes Temáticas foi criado pela Petrobras em 2006, voltado para o relacionamento com as universidades e institutos de pesquisas brasileiros. Hoje já há 50 redes operando em parceria com 114 universidades e instituições de pesquisas de todo o Brasil. Nas redes, as instituições desenvolvem pesquisas em temas estratégicos para o negócio da Petrobras e para a indústria brasileira de energia. Os investimentos possibilitam às instituições conveniadas a implantação de infraestrutura, aquisição de modernos equipamentos, criação de laboratórios de padrão mundial de excelência, capacitação de pesquisadores/recursos humanos e desenvolvimento de projetos de Pesquisa & Desenvolvimento nas áreas de interesse.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira