Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

11/06/2010 - 09:42

Seminário da APIMEC-Rio debate os desafios do setor elétrico frente à forte expansão da economia

O crescimento em ritmo chinês da economia brasileira no primeiro trimestre, com taxa anualizada de 11,25%, frente ao último trimestre de 2009, renovou as preocupações dos analistas econômicos quanto aos gargalos na infra-estrutura: estradas, ferrovias, portos e aeroportos deficientes. O maior susto, porém, foi o aumento de 17% a 18% na indústria no trimestre. Nível bem acima da taxa histórica de 5% de expansão no consumo usada nas definições de projetos de investimento no setor elétrico.

Se a alta dos juros pelo Banco Central não esfriar o ritmo da indústria, o país corre novamente riscos no suprimento de energia? Os investimentos em novas grandes usinas na Amazônia e em linhas de transmissão vão produzir energia a tempo? Há espaço para as fontes de energia renováveis, como as usinas eólicas? Os blecautes que afetaram os cariocas no verão de 2010 podem se repetir em 2011 ou até ameaçar os planos para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016? Qual a contribuição da energia nuclear, com o início da construção de Angra III?

Para responder a essas questões, o presidente da Associação Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (APIMEC-Rio), Luiz Guilherme Dias, organizou no próximo dia 21 de junho, das 9 às 19 horas, no Hotel Sofitel-Copacabana, amplo debate sobre os desafios deste setor fundamental ao desenvolvimento econômico e social do país. Sobretudo com o impacto representado pela ascensão das Classes C e D no mercado de consumo de energia.

Maurício Tolmasquim, Presidente da Empresa de Planejamento Energético (EPE) do Ministério das Minas e Energia vai discorrer sobre o “Plano Decenal de Expansão do Setor Elétrico” e comentar o andamento dos principais projetos. Leonam dos Santos Guimarães, chefe de gabinete da Presidência da Eletronuclear, falará, em seguida sobre “O papel da Geração Nuclear no Sistema Elétrico Brasileiro”, analisando a importância da operação de Angra III, cujas obras terão início este ano.

O crescimento da economia num ambiente de sustentabilidade será o tema do Diretor Diretor de Finanças e de RI da CEMIG, Luiz Fernando Rolla. Já o Diretor de Finanças e de RI da Eletrobrás, Armando Casado de Araújo, abordará o Impacto da Lei 12.111, que regulamentou a Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), que subsidia gastos das geradoras de sistemas isolados (não interligados à energia do Sistema Eletrobrás.

Em palestra, intitulada, “Construindo para o Rio um futuro brilhante”, a Secretária Municipal de Fazenda do Rio de Janeiro, Eduarda La Rocque, apresentará a importância da energia elétrica para a economia carioca, diante dos grandes investimentos em curso na indústria e projetos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Esses desafios serão respondidos diretamente pelo presidente da Light, concessionária do município, na palestra “A Light e o futuro do Rio”. Subhojit Daripa, do Banco Morgan Stanley, analisará a Light como opção de investimento.

Já Márcio Prado, analista do Santander, apresentará uma “Visão de Longo Prazo para o Setor Elétrico Brasileiro”. Wilson Ferreira Junior, Presidente da CPFL Energia, um dos maiores grupos privados de energia do Brasil e o que mais investe em fontes alternativas, vai abordar as perspectiva das “Energias Renováveis”. O mesmo tema será focado, em seguida por Márcio Prado, do Santander, que focalizará a “A Energia Renovável sob a ótica mundial”

. [Dia 21 de junho (segunda-feira), das 9h às 19h – Hotel Sofitel-Rio) | APIMEC-Rio: Sra. Ana Nappi - (21) 2509-9596 | Inscrições: [email protected]].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: