Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

13/05/2010 - 11:39

Brasil Ecodiesel segue com bons resultados em 2010 após redirecionamento estratégico

.No primeiro trimestre de 2010, a empresa vendeu 61.977 m3 de biodiesel, o que representa um acréscimo de 6,23% sobre o trimestre anterior. O lucro líquido foi de R$ 18,4 milhões e o Lucro Líquido Ajustado de R$ 7,5 milhões, contra R$5 milhões no trimestre anterior.

Rio de Janeiro - Desde junho do ano passado quando iniciou a reestruturação de capital e a retomada da produção, a Brasil Ecodiesel apresenta bons resultados e, no primeiro trimestre de 2010, não foi diferente. Os indicadores operacionais e financeiros melhoram sistematicamente e são mais uma evidência das transformações pelas quais passa a Brasil Ecodiesel, pioneira na produção de biodiesel. “O Direcionamento Estratégico segue pautando nossas ações. Da decisão dos ajustes de provisões, baixas e provisões no balanço de 2009 à busca de parcerias de médio prazo para garantirmos uma maior estabilidade na aquisição de matéria prima”, afirma Mauro Cerchiari, presidente da companhia.

A empresa vendeu 61.977 m3 de biodiesel, que representa um acréscimo de 6,23% sobre o trimestre anterior. Se no primeiro trimestre de 2009 a companhia registrou um prejuízo de R$18,7 milhões, agora, no 1T10, apresenta um Lucro Líquido de R$ 18,4 milhões. Já o Lucro Líquido Ajustado foi de R$ 7,5 milhões, contra R$5 milhões no quarto trimestre de 2009. O EBITDA foi R$ 23,4 milhões e o EBITDA Ajustado foi de R$ 12,6 milhões, enquanto no último trimestre foi de R$ 15,5 milhões. Neste trimestre houve uma receita proveniente de créditos acumulados de ICMS e que não deve se repetir nos próximos períodos. Dentro da política de transparência implementada pela administração e para permitir uma visão mais realista da performance da companhia, os resultados foram comparados com períodos anteriores usando uma receita líquida, lucro líquido e EBITDA ajustados para baixo, descontando essa receita não recorrente.

Já a receita líquida do primeiro trimestre foi de R$ 149,4 milhões enquanto a Receita Líquida Ajustada foi de R$ 138,6 milhões, a segunda da história da companhia, 8,2% maior do que os R$128 milhões no 4T09 e 225% maior do que a Receita Líquida do 1T09, que foi de R$ 42,6 milhões.Tanto as vendas quanto o faturamento da Brasil Ecodiesel aumentaram em relação ao trimestre anterior, na ordem de 6,23% e 8,56% respectivamente. A empresa conseguiu ainda a redução do endividamento de R$66,5 milhões (4T09) para R$ 65,8 milhões (1T10), mantendo o perfil de endividamento de longo prazo.

“É importante lembrar que passamos de uma dívida líquida de R$290,6 milhões no primeiro trimestre de 2009 para um caixa líquido de R$ 48,3 milhões no primeiro trimestre de 2010. Nossa recuperação foi uma mudança de cenário radical e nos dá sustentação para buscar novos desafios”, destaca Cerchiari.

Selo Combustível Social - Mesmo com os resultados financeiros positivos, a Brasil Ecodiesel ainda enfrenta desafios, como é o caso da suspensão do Selo Combustível Social nas unidades de Itaqui (MA) e Iraquara (BA) referente a 2007. A empresa contestou a decisão do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) via dois canais: o Superior Tribunal de Justiça (STJ) ainda analisa o questionamento em relação ao processo administrativo. Já a Justiça Federal do Rio de Janeiro revogou a liminar que tinha sido concedida em favor da companhia no que diz respeito à homologação dos lotes não homologados no 17º leilão da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), onde a Brasil Ecodiesel arrematou 24 mil metros cúbicos de biodiesel.

“Independente da decisão da Justiça do Rio, continuamos confiantes em manter, e até mesmo aumentar, o volume de vendas de biodiesel para o terceiro e quarto trimestres. Caso a decisão do processo no STJ não ocorra até a data do 18º Leilão da ANP, ou caso ela não seja favorável à companhia, a estratégia da Brasil Ecodiesel será de participar do leilão com as unidades de Iraquara e Itaqui nos lotes reservados às usinas sem Selo Combustível Social”, revela Cerchiari.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira