Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

27/04/2010 - 05:53

Incidente gerado pelas correntezas não atinge Porto de Itajaí


A forte correnteza do rio Itajaí-Açu, de aproximadamente cinco nós [2,5 metros por segundo] provocou o rompimento das amarras do cargueiro CMA CGM Lilac na tarde de segunda-feira [26/04]. O navio estava atracado no terminal Portonave, em Navegantes. Graças a ação imediata da Praticagem e dos rebocadores, o incidente não resultou em danos físicos no cais do Porto de Itajaí e Terminal de Contêineres do Vale do Itajaí (Teconvi/APM Terminals). Apenas um abalroamento superficial em uma balsa de apoio às obras de reconstrução dos berços 1 e 2, sem consequências.

Após o rompimento dos cabos a praticagem assumiu imediatamente as manobras e contou com o auxílio de quatro rebocadores que operam no Complexo Portuário do Itajaí, mais um rebocador que presta apoio às obras de reconstrução. O cargueiro foi retirado do Complexo imediatamente e não causou nenhum dano ao cais do Porto de Itajaí e nem às obras de reconstrução, que transcorreram normalmente durante toda a tarde e noite.

O superintendente do Porto de Itajaí, Antônio Ayres dos Santos Júnior, destaca a resposta imediata da Prataicagem de Itajaí na operação. “Foi uma decisão tomada corajosamente e muito sensata, de fazer o giro e retirar o navio do Complexo, em meio as forte correnteza”, diz Ayres.

Para evitar novos incidentes relacionados a correnteza a Autoridade Portuária de Itajaí solicita aos operadores que reforcem as amarras. Já as empresas de rebocadores que operam no Complexo estão com suas embarcações atracadas na Portonave, prontas para atuar em qualquer emergência.

Fechamento da barra - As manobras no Rio Itajaí foram suspensas pela Delegacia da Capitania dos Portos às 15 horas de domingo [25], devido à correnteza gerada pelo grande volume de água represado no trajeto do Rio Itajaí-Açu. Uma nova avaliação está programada para a manhã de terça-feira [27], mas existem grandes possibilidades da boca da barra permanecer fechada até a quarta-feira [28], devido à continuidade nas chuvas. Dois cargueiros continuam atracados no Portonave e mais sete navios estão fundeados na barra, aguardando a liberação das manobras para as respectivas atracações.

“A suspensão das manobras, pela Capitania dos Portos, visa a segurança das operações no Complexo e é um procedimento usual com a correnteza forte que o rio apresenta”, explica o diretor técnico do Porto de Itajaí, André Pimentel. |João Henrique Baggio| Créidto/foto: Ronaldo Silva Júnior

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: