Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

24/03/2010 - 09:10

BP Biofuels apresenta biocombustíveis avançados que chegarão ao mercado entre três e cinco anos

São Paulo – O presidente da BP Biofuels Brasil, Mario Lindenhayn, apresenta no dia 23 de março (terça-feira),as tecnologias de biocombustíveis avançados que estão chegando ao mercado nos próximos três anos. Em apresentação no F.O. Licht's Sugar and Ethanol Brazil 2010, o executivo mostrará como o etanol de cana-de-açúcar, juntamente com o etanol lignocelulósico, o biobutanol e o biodiesel a partir de açúcares auxiliarão no crescimento do mercado global de biocombustíveis, estimado em 265 bilhões de litros em 2020.

A BP acredita que a combinação das demandas por combustíveis sustentáveis, a regulamentação dos biocombustíveis nos Estados Unidos e Europa e as tecnologias de segunda geração irão assegurar o crescimento do mercado nos próximos anos. Para o desenvolvimento deste mercado em nível global, a BP aposta em biocombustíveis de baixo custo, baixo carbono, produzidos em larga-escala e a partir de matérias-primas sustentáveis.

O etanol de cana-de-açúcar é a única opção disponível hoje que atende todas estas características, o que coloca o Brasil em destaque no cenário atual e futuro dos biocombustíveis. Com o crescimento do mercado global, a segunda geração desempenhará um papel complementar. “As tecnologias que imaginávamos para um futuro distante estarão prontas para ser produzidas em escala global já em 2012 e 2013”, afirma Lindenhayn. A BP faz parte do desenvolvimento dos seguintes combustíveis: . Etanol lignocelulósico: produzido a partir da celulose de gramíneas, é uma tecnologia desenvolvida pela Vercipia, uma joint venture entre BP e a Verenium®. A primeira planta em escala industrial da Vercipia começará a ser construída ainda em 2010.

. Biobutanol: biocombustível desenvolvido pela Butamax, joint venture entre BP e Dupont®, poderá atuar como combustível complementar ao etanol, ao agregar valor à cadeia produtiva e proporcionar uma alternativa aos produtores de biocombustíveis. Aliado ao etanol, o novo combustível também reforça o compromisso de cumprir as regulamentações ambientais da Europa e dos EUA, viabilizando a aceleração do processo da adoção de biocombustíveis nestes países. A primeira planta de demonstração da tecnologia está atualmente em construção em Hull, no Reino Unido, com início previsto para o final do ano. Produção comercial de biobutanol será uma realidade a partir de 2012 - 2013.

. Biodiesel de cana-de-açúcar: desenvolvido em parceria com a Martek®, está em fase de pesquisa.

A BP Biofuels é a unidade de negócios da BP responsável pela atuação em biocombustíveis. A empresa está presente no momento em quatro joint ventures, responsáveis tanto pela produção – Tropical Bioenergia no Brasil e Vivergo Fuels na Inglaterra – quanto no desenvolvimento de tecnologia – Butamax e Vercipia, nos Estados Unidos.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira