Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

26/05/2007 - 14:58

Porto Municipal de Itajaí: Receita com exportações de carne suína cresce 49%


No quadrimestre, Itajaí foi responsável pela movimentação de 47% da receita nacional.

A receita cambial com as exportações de carne suína através do Porto Municipal de Itajaí registrou um aumento de 49% no primeiro quadrimestre do ano, em comparação com o mesmo período de 2006. Itajaí foi responsável por 47% da receita nacional com as vendas externas da mercadoria.

Mesmo com a manutenção do embargo russo à carne suína catarinense, o estado incrementou as exportações do produto através do Porto Municipal de Itajaí. O total de US$ 57,6 milhões no quadrimestre representa um acréscimo de 31% em relação ao mesmo período do ano passado.

Para o superintendente do Porto Municipal de Itajaí, Wilson Francisco Rebelo, o cenário é propício para incrementar ainda mais a movimentação de carne congelada, em particular a suína. “Santa Catarina foi certificada como zona livre de febre aftosa sem vacinação. O novo estatus sanitário pode reabrir o comércio com a Rússia, além de ampliar a participação em mercados exigentes como Japão e União Européia”, explica Rebelo.

Origem da mercadoria - Maior estado exportador de carne suína no Brasil, o Rio Grande do Sul exportou US$ 174,2 milhões da mercadoria no primeiro quadrimestre de 2007. Mais de um terço do total (34%) passou por Itajaí. Em relação ao mesmo período do ano passado, o desempenho das exportações gaúchas através de Itajaí cresceu 64%. Na mesma comparação, Goiás exportou US$ 12,6 milhões em carne suína. Do montante, 95% deixou o país pelo Porto Municipal de Itajaí.

E o Porto de Itajaí participa de missão empresarial na Ásia - O Porto Municipal de Itajaí integra a comitiva brasileira que visita Cingapura e Xangai. O esforço empresarial é uma iniciativa do Departamento de Promoção Comercial do Ministério das Relações Exteriores. Até o próximo domingo, dia 27, os membros da comitiva vão apresentar atrativos de vários segmentos no Brasil que podem receber investimento estrangeiro, principalmente em infra-estrutura portuária.

Além do Ministério das Relações Exteriores (MRE), o grupo é formado por representantes da iniciativa privada, portos e associações setoriais. Segundo Rodrigo de Azeredo Santos, chefe da divisão de Programas de Promoção Comercial do MRE, “trata-se da primeira missão oficial brasileira a Cingapura, que será estendida também a Xangai. Existem possibilidades concretas de atração de investimentos para infra-estrutura e serviços”, revela Santos.

O superintendente do Porto Municipal de Itajaí, Wilson Francisco Rebelo, que integra a comitiva, está otimista. “Temos várias oportunidades para investimentos. Itajaí tem autorização da Receita Federal, por exemplo, para exploração de espaços alfandegados para desembaraço de mercadorias”, disse. O diretor executivo do porto de Itajaí, Marcelo Salles, e o diretor de logística, Heder Moritz, integram a missão.

Embora não seja o objetivo primário da comitiva, Rebelo pretende aproveitar a viagem para estreitar as relações comerciais com os países asiáticos. “Também temos grande interesse em ampliar a movimentação de mercadorias com Cingapura e Xangai”, destaca o superintendente. Também viajaram à Ásia representantes dos portos de Santos, Rio Grande, Itaqui e Suape.

Crescimento de 112% - Os dois pontos da viagem são de importância estratégica. Xangai é a maior cidade da China, hoje um gigante no comércio exterior internacional. Cingapura, uma ilha ao lado da Malásia, importou US$ 49,2 milhões em mercadorias brasileiras pelo Porto Municipal de Itajaí só no primeiro quadrimestre do ano. Em relação ao mesmo período de 2006, o volume apresenta um crescimento de 112%.

A comitiva levou ainda o presidente da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, Fernando Fialho, além de representantes das confederações nacionais da Indústria (CNI) e dos Transportes (CNT) e Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O Ministério das Relações Exteriores pretende organizar outras três missões em 2007: Roterdã (Holanda) e Hamburgo (Alemanha), Havre (França) e Antuérpia (Bélgica), além das costas leste e oeste dos EUA.

Para o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, o porto municipal já é uma referência internacional de produtividade. “O convite do Ministério demonstra a importância estratégica de Itajaí para o país. Para nós, a participação na comitiva abre a possibilidade de trazer novos investimentos para a cidade, onde temos como prioridade gerar novas oportunidades de trabalho e renda para a população”, disse.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: