Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

04/03/2010 - 09:12

Usinas a biomassa aguardam processo de definição da garantia física pelo Ministério de Minas e Energia

Comerc coordena encontro de geradores de usinas a biomassa.

A Comerc, maior gestora independente de energia elétrica do país, organizou uma reunião de geradores de usinas a biomassa, no dia 23 de fevereiro, com o objetivo apresentar e comentar as alterações e implicações das Regras de Comercialização 2010 elaboradas pela CCEE. O encontro reuniu dez representantes do mercado na sede da empresa, em São Paulo, e foi coordenado por Jean Albino, Superintendente de Assuntos Regulatórios e Gestão de Geração da Comerc. Os representantes dos geradores aguardam andamento do estabelecimento do critério de revisão ou definição da garantia física para usinas a biomassa pelo Ministério de Minas e Energia, em processo análogo à Portaria 463/2009 expedida em dezembro de 2009 para os geradores de Pequenas Centrais Hidroelétricas e Centrais Geradores Hidroelétricas. “Se for aprovada para os geradores à biomassa, essa alteração trará maior previsibilidade na comercialização de energia dessas usinas a longo prazo no mercado livre”, esclarece Albino. A previsão é de que a portaria seja emitida em março.

O superintendente explica que, em relação à capacidade instalada, os empreendimentos em operação de usinas movidas à biomassa cresceram 46% nos últimos dois anos, contabilizando atualmente 6,2 GW de potência instalada. “Hoje a biomassa atinge 5,4% da capacidade instalada e 4% da energia produzida no Brasil em 2008”, completa Albino.

A partir da publicação da nova portaria, o potencial de crescimento do setor de biomassa terá um importante incentivo, já que a garantia física favorece a contratação a prazos mais longos de usinas desse tipo. Albino explica que um gerador a biomassa produz energia apenas nos meses de safra, enquanto o consumidor tem interesse em contratos de fornecimento contínuo e isso inclui os meses em que usinas a biomassa não produzem energia. Sem garantia física, o gerador tem menos flexibilidade para elaborar sua estratégia de comercialização, tendendo a vender apenas nos meses de safra. Se a usina tiver um contrato de venda nos doze meses do ano terá que comprar energia no curto prazo de comercializadoras ou outros geradores quando produzir menos do que o montante vendido, e nos meses de entressafra, a preços baseados no Preço de Liquidação de Diferenças (PLD). Isso confere maior risco, pois o PLD tem comportamento altamente volátil. “Com garantia física, o gerador elimina o risco de insuficiência de lastro, pois ele poderá vender independentemente do volume produzido.. Por isso, falamos em previsibilidade na comercialização de energia de longo prazo para os geradores de usinas à biomassa”, esclarece o superintendente da Comerc.

Comerc - O grupo Comerc foi fundado em 2001 e é formado por duas empresas: a Comerc Energia e a Comerc Comercializadora. A Comerc Energia é a maior gestora independente de energia elétrica do país, responsável por gerir 12% da carga de energia de consumidores livres e 1.200 MW de potência de geração (produtores independentes e autoprodutores). A gestora busca maximizar a redução de custo de energia elétrica para seus clientes e atender plenamente suas necessidades no curto, médio e longo prazo, por meio da elaboração de estratégias de posicionamento e de estruturas de gerenciamento de energia.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: