Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

27/01/2010 - 09:34

Light inicia obras da Pequena Central Hidrelétrica Paracambi

PCH produzirá energia suficiente para abastecer uma cidade de 120 mil habitantes.

As obras da Pequena Central Hidrelétrica (PCH)* Paracambi já começaram e a entrada em operação da hidrelétrica será em novembro de 2011. Com capacidade para produzir 25MW, quantidade suficiente para abastecer uma cidade de 120 mil habitantes, o projeto abrangerá os municípios de Paracambi, na Baixada Fluminense, onde será instalada a usina, além de Itaguaí e Piraí, no Sul Fluminense, para onde se estenderá o reservatório. Construída pela Lightger, empresa do Grupo Light, e pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), a hidroelétrica – além de contribuir para a melhora no fornecimento de energia para a região da Baixada Fluminense, vai gerar, durante as obras, cerca de 500 empregos diretos. A prioridade é a contratação de mão-de-obra local e, para isso, serão realizados acordos com as prefeituras para cursos de treinamento de pessoal.

A nova PCH faz parte do plano de investimentos da Light, de R$2,4 bilhões nos próximos 4 anos. A PCH Paracambi é um empreendimento de pequeno porte que produz pouco impacto ambiental, uma vez que a área alagada na região da obra é pequena. Essa condição proporciona agilidade no processo de licenciamento ambiental. A Lightger tem um plano de ação para garantir que sejam aplicadas nas obras as técnicas mais indicadas de proteção e recuperação ambiental. Assim, pretende recuperar o solo e a paisagem, monitorar a qualidade da água e proteger as margens do reservatório.

O trabalho começou com a limpeza do terreno onde foi instalado o canteiro de obras. O Consórcio Construtor Paracambi (CCPA), formado para a construção do empreendimento, é constituído por duas empresas: a Orteng Equipamentos e Sistemas - responsável pelo projeto e pelo fornecimento dos equipamentos e sistemas elétricos - e a construtora Quebec, que responde pela parte de construção civil.

A PCH Paracambi aproveitará a quantidade de água e o desnível restante do Ribeirão das Lajes para produção de energia elétrica. Para que a água possa ser aproveitada pela usina, será construída uma barragem no rio, o que dará origem a um reservatório com 2,37 km².

A nova usina diminuirá a dependência externa de energia elétrica do estado, além de melhorar as condições de controle de tensão e freqüência na Região Metropolitana e no Vale do Paraíba.

Perfil – As Pequenas Centrais Hidrelétricas são usinas com capacidade de produção entre 1 e 50 MW e com área total do reservatório igual ou inferior a 3 km². As PCHs oferecem economia em matéria de investimentos relacionados à transmissão, redução de perdas de transmissão e auxilia a estabilidade do serviço de energia elétrica porque são de pequeno porte e integradas ao sistema elétrico local, estando próximo aos consumidores.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: