Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

22/01/2010 - 09:26

ONG CRIANÇA SEGURA dá dicas para um carnaval mais seguro com a criançada

Acidentes representam a principal causa de morte de crianças de 1 a 14 anos no Brasil.

Vem aí o Carnaval! O período é de agitação, mas exige cuidados especiais para evitar acidentes com a criançada. Nesta época do ano, os pequenos podem estar mais expostos a alguns perigos, como acidentes de trânsito e afogamentos. Por este motivo, a ONG CRIANÇA SEGURA, dedicada à promoção da prevenção de acidentes com crianças, faz um alerta e dá dicas especiais.

Os acidentes de trânsito, afogamentos, sufocações, queimaduras, quedas, intoxicações e outros representam a principal causa de morte de crianças de 1 a 14 anos no Brasil. Em 2007, dados mais atuais do Ministério da Saúde, 5.234 crianças morreram e 136.329 foram hospitalizadas vítimas de acidentes.

O trânsito é responsável pela maior parte das mortes de crianças por acidentes, representando 40% (ou 2.134) do total de 5.234. Por este motivo, alguns cuidados são essenciais. Se a família vai aproveitar o feriado para pegar estrada, deve adotar uma medida importante ao transportar a criança no veículo: o uso de equipamento adequado - como o bebê conforto, a cadeirinha ou assento de elevação. Nos feriados, o fluxo de veículos fica mais intenso, aumentando os riscos de acidentes.

Estudos americanos mostram que cadeiras de segurança para crianças, quando instaladas e usadas corretamente, diminuem os riscos de morte em até 71% em caso de acidente. Vale ressaltar que o uso da cadeirinha não deve ficar restrito às rodovias; na cidade e em qualquer trajeto, a criança deve ser transportada sempre em um dispositivo de retenção.

O atropelamento também é um risco que merece atenção nesta época do ano devido às festas de rua. Entre os acidentes de trânsito, o atropelamento é a principal causa de morte de crianças até 14 anos - representaram 44% do total de 2.134. No meio da descontração e do aglomerado de pessoas, a criança pode se afastar sem que os adultos percebam, dirigindo-se para ruas com tráfego normal de automóveis.

O banho de mar ou de piscina também costuma ser uma opção para o feriado já que o Carnaval vem sempre acompanhado de altas temperaturas. Os afogamentos representam a segunda maior causa de morte, entre os acidentes, de crianças até 14 anos. Por este motivo, adultos devem dobrar a supervisão na hora da brincadeira na praia e na piscina. As crianças devem utilizar colete salva-vidas.

A ONG CRIANÇA SEGURA destaca também algumas orientações para a escolha da fantasia mais adequada para a criança:

Fantasias em tecidos de algodão, leves, arejados e fáceis de vestir. Se a criança tiver menos de 3 anos, o ideal são as fantasias sem adereços soltos, como cintos, faixas ou cordões para evitar sufocações. Acessórios como lanças ou detalhes pontiagudos podem cortar e ferir.

Lantejoulas e confetes: as lantejoulas que podem se desprender facilmente das roupas e os confetes, jogados em grande quantidade, podem também provocar sufocações. A brincadeira de arremessar confetes é muito divertida, mas deve ser acompanhada por adultos.

Pintura nos rostos: o ideal é utilizar maquiagens próprias para o público infantil e, claro, produtos antialérgicos e atóxicos para evitar irritações de pele e intoxicações. | Site www.criancasegura.org.br.

A CRIANÇA SEGURA - A Criança Segura é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público dedicada à promoção da prevenção de acidentes com crianças entre 0 e 14 anos. A organização atua no Brasil desde 2001 e faz parte da rede internacional Safe Kids Worldwide, fundada em 1987, nos Estados Unidos, pelo cirurgião pediatra Martin Eichelberger.

Para cumprir sua missão, desenvolve ações de Políticas Públicas - incentivo à discussão sobre o tema e participação nos diálogos referentes às mudanças e adaptações de instrumentos legais que visem a segurança, saúde e bem-estar da criança; Comunicação - informação e alerta sobre a causa para conscientização da sociedade por meio de campanhas e divulgação de assuntos de interesse público e Mobilização - promoção da sensibilização, conscientização e engajamento de muitas e diferentes pessoas visando à multiplicação da informação, a transformação do meio e a adoção de comportamentos seguros.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: