Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

18/12/2009 - 09:23

ETH Bioenergia realiza audiência pública para ampliar produção de energia e capacidade de moagem da Unidade Alcídia (SP)

A ETH Bioenergia realizou no dia 17 de dezembro (quinta-feira), Audiência Pública para a discussão do projeto de expansão da Unidade Alcídia, localizada no município de Teodoro Sampaio (SP). Com o novo projeto, a empresa ampliará sua capacidade produtiva para 2,1 milhões de toneladas e a geração de energia, a partir do bagaço de cana-de-açúcar, para 38,1 MW já na próxima safra.

No início do mês, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a unidade a atuar como produtora independente de energia, assim como a implantação do sistema de transmissão de interesse restrito, constituído de subestação de aproximadamente cinco quilômetros de extensão – da usina à linha de transmissão da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP), de Rosana à Presidente Prudente.

O cronograma autorizado pela Aneel estabelece que as obras civis e as estruturas devam estar prontas até 11 de janeiro e a operação comercial está prevista para 1º de abril de 2010. A autorização da agência vigorará pelo prazo de 30 anos, contando a partir da data de publicação da resolução.

A Unidade Alcídia faz parte do polo do Estado de São Paulo juntamente com a Unidade Conquista do Pontal, que está localizada no município do Mirante do Paranapanema.

ETH Bioenergia - Empresa controlada pela Odebrecht S.A. em associação com a japonesa Sojitz Corporation, atua de forma integrada na produção, comercialização e logística do setor de bioenergia – etanol, energia elétrica e açúcar. Tem como objetivo situar-se entre os líderes do setor até 2015 e planos de investimentos de mais de R$ 6 bilhões no desenvolvimento de três pólos produtivos, localizados nos Estados de São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: