Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

17/12/2009 - 09:08

Especialista comenta entrada da Venezuela no Mercosul

Por uma diferença de só oito votos (35 a 27), o governo Lula conseguiu aprovar no Senado a entrada da Venezuela no Mercosul. O país presidido por Hugo Chavez será o primeiro a aderir ao bloco desde que ele foi criado, em 1991, por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

“A votação favorável à entrada da Venezuela no Mercosul é um dos temas mais polêmicos da política externa do Governo Lula, pois não há uma posição coesa entre os analistas quanto aos benefícios e prejuízos que a adesão da Venezuela pode trazer ao país. Alguns analistas consideram que o Brasil poderá ter algum ganho, aumentando o comércio e oportunidade de investimentos brasileiros na Venezuela. No entanto, as resistências concentraram-se nos fatores políticos. O baixo respeito às instituições democráticas no país vizinho, bem como uma política externa de confrontação no sistema internacional, torna a Venezuela um sócio complicado e que obrigará o Brasil a tomar posições muitas vezes contrárias aos interesses brasileiros. Há setores da sociedade que consideram o parceiro Hugo Chávez, um líder que cria mais constrangimentos internacionais do que gera benefícios. Há ainda um grupo que apóia a entrada de Chávez por considerar que com isso o Brasil terá mecanismos de pressão para controlar a atuação do líder venezuelano na América Latina. Para Hugo Chavez, a votação brasileira foi uma grande vitória, mas resta saber se o nosso Congresso tomou uma medida correta para os interesses dos eleitores brasileiros”, afirma Denilde Holzhacker, especialista em América Latina e professora das Faculdades integradas Rio Branco.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira