Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

12/12/2009 - 08:12

Complexo Portuário do Rio Itajaí registra número recorde de atracações em novembro de 2009


O número de atracações registrado no Complexo Portuário do Rio Itajaí em novembro foi considerado recorde no ano. Foram 99 escalas no Porto Municipal e terminais que compõem o Complexo, com o acréscimo de quatro escalas comparativamente a outubro. No acumulado do ano observa-se uma queda com relação ao igual período do ano passado de 16.14%. Entretanto, ao limitar a análise apenas aos navios de contêineres, a retração é de apenas 9%. Índice que diante das circunstancias torna-se extremamente pequeno e sinaliza de que o Complexo recuperou-se dos impactos das enchentes ocorridas há um ano e da crise internacional que impactou diretamente no setor portuário.

Diante da atual realidade, o superintendente do Porto de Itajaí, Antonio Ayres dos Santos Júnior, vê claramente a possibilidade do Complexo Portuário continuar entre os principais portos brasileiros na movimentação de contêineres em 2009. “A gradativa recuperação das operações faz com que o Porto Organizado de Itajaí volte a figurar entre os principais do Brasil nas operações com contêineres e cria grandes expectativas com relação ao ano que vem”, acrescenta.

A movimentação total de cargas [englobando a carga geral e contêineres] indica um decréscimo de 23% no acumulado do ano, porém com ganhos consideráveis nos últimos dois meses, quando comparados a igual período do ano passado: em outubro o avanço foi de 2% e, em novembro, de 48%. Vale destacar que a enchente ocorreu no final de novembro do ano passado, o que sinaliza que o crescimento verificado no último mês foi significativo.

Com relação às operações com contêineres, o Complexo registra um recuo de 23% nos 11 meses deste ano. Entretanto, verifica-se um significativo avanço nos últimos meses, a exemplo de setembro de 2009, cujo crescimento ficou em 32%. “Saliente-se que o decréscimo nas operações com cargas conteinerizadas não ocorre somente em Itajaí, uma vez que fatores como câmbio depreciado e a crise internacional também impactaram nas operações de outros portos e terminais”, explica o diretor comercial Robert Grantham.

Expectativas – Além das expectativas otimistas para 2010 com relação à retomada da economia após a crise que impactou drasticamente na atividade de comércio exterior em 2008 e 2009, a conclusão das obras de reconstrução do Porto de Itajaí [programadas para maio] e a adoção dos novos valores para as Folgas Abaixo da Quilha (FAQ´s) devem contribuir para o crescimento da atividade em 2010.

Os novos parâmetros de navegação foram definidos pela Superintendência do Porto de Itajaí em novembro, após estudos realizados pela Autoridade Portuária, devidamente aprovados pela praticagem e Marinha do Brasil, e aumentam em cerca de 45 centímetros o calado dos canais de acesso e bacia de evolução do Complexo. “Isso gera um ganho significativo para os armadores que operam em nosso complexo e também ganhos para o porto, que aumentou o calado sem mudar a profundidade”, explica o diretor técnico do Porto de Itajaí, André Pimentel.

Ayres explica que a ampliação da profundidade em 45 centímetros representa um aumento médio de 2,7 mil toneladas por cargueiro, ou 130 contêineres a mais por navio. Segundo o superintendente, a Autoridade Portuária vem buscando esse valor para a FAQ desde abril de 2009, quando foram finalizados os estudos que comprovaram essa condição.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: