Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

10/12/2009 - 11:23

MPX: BNDES aprova financiamento de longo prazo para Itaqui


Pacote de financiamento de longo prazo do BNDES totaliza R$ 1,038 bilhão, mais um complemento de R$ 203 milhões que se encontra em fase final de aprovação no BNB.

Rio de Janeiro - A MPX Energia S.A. (Bovespa: MPXE3), informa que a Diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social ("BNDES") aprovou o pacote de financiamento de longo prazo para a UTE Porto do Itaqui ("Itaqui" ou "empreendimento"), um empreendimento 100% MPX.

De acordo com nota de Eduardo Karrer, presidente e diretor de relações com investidores, a aprovação final do financiamento não apenas reforça a viabilidade e a relevância do empreendimento como também demonstra que a Companhia utiliza uma estratégia robusta e assertiva de mitigação de riscos técnicos, sócio-ambientais econômico-financeiros.

“O empréstimo aprovado pelo BNDES para Itaqui, no valor total de R$ 1,038 bilhão (em R$ nominais, incluindo juros durante a construção), terá prazo total de 17 anos, sendo 14 anos de amortização, e carência para pagamento de juros e principal até julho/2012. O pacote de financiamento se divide em um empréstimo direto de R$ 797 milhões, com custo contratado de TJLP + 2,78% a.a., e um empréstimo indireto no total de R$ 241 milhões, sendo R$ 100 milhões a um custo de IPCA + 12,1-12,6% a.a. e R$ 141 milhões a um custo de TJLP + 4,5-5,0% a.a. . Durante a fase de construção os juros serão capitalizados”, informa a nota.

“Em complementação aos empréstimos do BNDES, o empreendimento contará com um empréstimo do Banco do Nordeste do Brasil ("BNB") no montante de R$ 203 milhões, em fase final de aprovação. Considerando o valor total financiado pelo BNDES e BNB e o investimento necessário para a implantação do projeto, a estrutura de capital/dívida do projeto será de aproximadamente 25%/75%”, continua.

“Itaqui faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento ("PAC") do Governo Federal e representa um importante passo para a diversificação da matriz elétrica e energética do Brasil, assegurando a confiabilidade da oferta de eletricidade no país.

O empreendimento utilizará tecnologia de queima limpa de carvão, cumprindo as mais rigorosas exigências da legislação brasileira e de organismos internacionais. Apoiando o desenvolvimento sustentável do Brasil, a MPX irá além das exigências legais, implementando um amplo plano de redução de emissões. Além disso, a MPX pretende destinar uma parcela significativa de seu investimento em P&D para o desenvolvimento de tecnologias de seqüestro de carbono”, adianta o presidente.

Perfil: UTE Porto do Itaqui - O empreendimento, localizado no estado do Maranhão, terá capacidade instalada de 360 MW. Itaqui contratou 315 MW médios no leilão de energia nova A-5, realizado em outubro de 2007, garantindo uma receita fixa anual de R$ 252,0 milhões (base: set/09). O contrato de venda de energia firmado tem prazo de 15 anos a partir de janeiro de 2012, e garante o repasse integral dos custos de combustível ao preço da energia. O cronograma de implantação prevê início de operação comercial anterior a janeiro de 2012, garantindo receitas adicionais para o empreendimento.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: