Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT RSS BLOGS BOLETIM TV FATOR BRASIL LINKS
Busca: OK
CANAIS

15/08/2009 - 10:53

Abiplast: total das exportações foi de US$ FOB 98 milhões, 19,6% em valor e de 18,1% em peso

Dados da síntese da Balança Comercial dos Produtos Transformados de Plástico.

Exportações: Em junho de 2009, o total das exportações foi de US$ FOB 98 milhões, correspondentes a 24 mil toneladas, com um preço médio de US$ FOB 4.016/ton. Do total, US$ FOB 73 milhões (17 mil toneladas), isto é, 74,5%, correspondem aos produtos do capítulo 39 da NCM e US$ FOB 25 milhões (7 mil toneladas) pertencentes a outros itens tarifários.

De acordo com a nota da Abiplast, em comparação com o mês anterior, houve crescimento de 19,6% em valor e de 18,1% em peso. Por blocos econômicos, as vendas externas se concentraram no Mercosul (32%), seguido dos demais países da Aladi (23%) e União Européia (20%). Os principais países importadores foram: Argentina (26%), Paises Baixos (Holanda) (13%), Chile (11%), Venezuela (6%) e Colombia (5%).

Os produtos transformados do Capítulo 39 da NCM mais exportados foram: "filmes de BOPP'', "laminados de outros plásticos, estratificados" e os "outros tubos de plástico".

No acumulado de 2009 (Janeiro/Junho), o total das exportações foi de US$ FOB 550 milhões, correspondentes a 129 mil toneladas, com um preço médio de US$ FOB 4.251/ton.

Do total, US$ FOB 417 milhões (93 mil toneladas), isto é, 75,8%, correspondem aos produtos do capítulo 39 da NCM e US$ FOB 133 milhões (36 mil toneladas) pertencentes a outros itens tarifários.

Em comparação com o ano anterior, houve redução de 18,2% em valor e de 23,2% em peso.

Por blocos econômicos, as vendas externas se concentraram no Mercosul (29%), seguido dos demais países da Aladi (23%) e União Européia (22%). Os principais países importadores foram: Argentina (23%), Países Baixos (Holanda) (15%), Estados Unidos (12%), Chile (7%) e Venezuela (5%).

Os produtos transformados do Capítulo 39 da NCM mais exportados foram os "outros tubos de plástico'', os "filmes de BOPP" e os "laminados de outros plásticos, estratificados".

Importações: Em junho de 2009, as importações registraram US$ FOB 166 milhões, correspondentes a 37 mil toneladas, apresentando um preço médio de US$ FOB 4.512/ton.

Do total, US$ FOB 129 milhões (30 mil toneladas), isto é, 77,7%, correspondem aos produtos do capítulo 39 da NCM e US$ FOB 37 milhões (6 mil toneladas) aos transformados de plástico pertencentes a outras classificações aduaneiras.

Em comparação com as importações totais do mês anterior, houve crescimento de 10,9% em valor e de 12,8% em peso.

Por blocos econômicos, as importações tiveram origem na Ásia "exceto Oriente Médio" (29%), seguido da União Européia (27%) e Mercosul (18%). Os principais países exportadores para o Brasil foram: Estados Unidos (18%), China (17%), Argentina (11%), Alemanha (9%) e Uruguai (6%).

Os produtos transformados do Capítulo 39 da NCM mais importados foram os "garrafões, garrafas, frascos, artigos semelhantes"'', os "laminados auto-adesivos" e os "filmes de BOPP".

No acumulado de 2009 (Janeiro/Junho), as importações totalizaram US$ FOB 929 milhões, correspondentes a 201 mil toneladas, com preço médio de US$ FOB 4.612/ton.

Do total, US$ FOB 725 milhões (169 mil toneladas), isto é, 78%, correspondem aos produtos do capítulo 39 da NCM e US$ FOB 204 milhões (32 mil toneladas) aos transformados de plástico pertencentes a outras classificações aduaneiras.

Em comparação com as importações totais no ano anterior, houve uma redução de 15,5% em valor e 9,5% em peso.

Por blocos econômicos, as importações tiveram origem na Ásia "exceto Oriente Médio" (29%), seguido da União Européia (26%) e Mercosul (17%). Os principais países exportadores para o Brasil foram: Estados Unidos (20%), China (16%), Argentina (10%), Alemanha (8%) e Uruguai (6%).

Os produtos transformados do Capítulo 39 da NCM mais importados foram os "garrafões, garrafas, frascos, artigos semelhantes"'', os "laminados auto-adesivos" e os "laminados de polímeros de etileno, não reforçados".

Balança Comercial - Em Junho de 2009 a balança comercial registrou um déficit de US$ FOB 69 milhões, equivalentes a 13 mil toneladas. No acumulado de 2009 (janeiro/junho) a balança comercial registrou um déficit de US$ FOB 379 milhões, equivalentes a 72 mil toneladas.

Dados Conjunturais - Junho/09 - Produção Física – dados IBGE.: Laminados: Mês anterior – aumento de 6,76% (jun/09-mai/09) | Junho do ano anterior - redução de 10,43% (jun/09-jun/08) \ Acumulado no Ano (jan/jun) em relação ao mesmo período do ano anterior - redução de 17,89% (jan-jun/09 – jan-jun/08).

Embalagens: Mês anterior – aumento de 2,83% - (jun/09-mai/09) | Junho do ano anterior - redução de 5,11% (jun/09-jun/08) | Acumulado no Ano (jan/jun) em relação ao mesmo período do ano anterior – redução de 7,33% (jan-jun/09 – jan-jun/08).

Artefatos Plásticos Diversos: Mês anterior – aumento de 3,29% - (jun/09-mai/09) | Junho do ano anterior - redução de 21,98% (jun/09-jun/08) | Acumulado no Ano (jan/jun) em relação ao mesmo período do ano anterior – redução de 19,39% (jan-jun/09 – jan-jun/08).

Importação e Exportações de transformados (sistema Alice): Janeiro/Junho.: Exportação: 129,4 mil toneladas – redução de 23,16% em relação ao ano anterior | 550,1 milhões de dólares – redução de 18,22% em relação ao ano anterior.

Importações: 201,5 mil toneladas – redução de 9,5% em relação ao ano anterior | 929,2 milhões de dólares – redução de 15,51% em relação ao ano anterior.

Saldo Balança Comercial de Transformados Plásticos: Déficit de 379,1 milhões de dólares – (redução de 11,2% no déficit em US$) | Déficit de 72,1 mil toneladas – (aumento de 32,99% no déficit em peso).

Enviar Imprimir
© Copyright 2006 - 2014 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira