Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL
Busca: OK
CANAIS

05/04/2007 - 08:53

AES Eletropaulo inaugura subestação para fortalecer o abastecimento na Zona Norte

Empresa investe R$ 11,728 milhões em subestação e linhas na zona norte de São Paulo para melhorar o fornecimento de energia elétrica na região. Cento e cinqüenta mil habitantes serão beneficiados.

A AES Eletropaulo inaugura dia 5 de abril, a nova Estação Transformadora de Distribuição (ETD) Taipas, localizada no bairro de Pirituba, Zona Norte da Capital. Resultado de um investimento de R$ 6,100 milhões e construída ao longo dos últimos dois anos, a ETD Taipas vai proporcionar a melhoria da qualidade do fornecimento de energia elétrica para 150 mil habitantes da região, além de propiciar um alívio de carga das ETDs Parque São Domingos, Brasilândia, Peri e Gato Preto.

Juntamente com esta subestação, com capacidade nominal instalada de 120 MVA, foram construídas oito linhas de distribuição aéreas e subterrâneas, num total investido de R$ 3,103 milhões e R$ 1,075 milhões, respectivamente, e mais R$ 1,450 milhão foi aplicado em um ramal aéreo de estação. No total, entre a subestação e as linhas, a distribuidora aplicou R$ 11,728 milhões. Estes investimentos fazem parte do orçamento de 2006.

A ETD Taipas está equipada com tecnologia de última geração, como sistema de comando, controle e proteção totalmente digitalizado e automatizado. Isso permite que sua comunicação com a Central de Operações da AES Eletropaulo (COE) seja por meio remoto. Com isso, se alcançará uma maior qualidade no fornecimento de energia elétrica para toda a região, seja na continuidade da prestação do serviço, seja na agilidade no restabelecimento de ocasionais interrupções.

De acordo com o diretor da Regional Norte, João José Oliveira, a nova ETD também vai dotar o sistema elétrico da região com capacidade para suprir o crescimento da carga nos próximos anos. "Estas obras integram um conjunto de outras 11 obras dentro da Regional que, quando prontas, beneficiarão perto de 800 mil habitantes”.

Obras integradas - Já o vice-presidente de Distribuição da AES Eletropaulo, Cyro Vicente Boccuzzi, enfatiza que os R$ 11,7 milhões aplicados na subestação integram os investimentos em expansão do sistema da empresa para o biênio de 2006/2007, estimados em R$ 127 milhões. O investimento total da distribuidora previsto para 2007 é de R$ 366 milhões. "Nossos investimentos nos últimos anos sempre foram provenientes de recursos próprios que utilizamos principalmente para manter, modernizar e ampliar a rede". O executivo lembra que a área de concessão da empresa (23 municípios, todos na região metropolitana de São Paulo, mais a capital) é única: "que outra distribuidora no país apresentou, durante o ano passado, um crescimento de 171 mil novas ligações? Hoje temos 5,5 milhões de clientes. Nossos técnicos têm de agir com cenários de médio e longo prazos, como se definissem um plano diretor, antecipando-se ao crescimento da metrópole. Essa ETD que estamos inaugurando, por exemplo, integra as obras do nosso planejamento até 2010."

Neste ano, apenas na Regional Norte, a AES Eletropaulo pretende investir em subestações, estações subterrâneas de distribuição, novas linhas de transmissão aéreas e subterrâneas, ramais e alimentadores. A previsão de investimentos na região para 2007 é de R$ 12,5 milhões.

AES no Brasil: Presente no país desde 1995, o grupo AES no Brasil é formado hoje por sete empresas que atuam no setor elétrico e de telecomunicações. Essas operações significaram um faturamento em 2006 de R$ 1,2 bilhão e investimentos previstos em 2007 de R$ 651 milhões.

São duas distribuidoras, a AES Eletropaulo, a maior da América Latina, responsável pelo fornecimento de energia elétrica a 5,5 milhões de unidades consumidoras em 24 municípios da região metropolitana de São Paulo, inclusive a capital, e a AES Sul que atende um milhão de unidades consumidoras em 118 municípios do Rio Grande do Sul. Duas geradoras, a AES Tietê, concessionária de 10 usinas hidrelétricas nas regiões central e noroeste do Estado de São Paulo com capacidade total instalada de 2.651 MW (megawatts), o que equivale a 20% do consumo em todo o Estado de São Paulo, e a AES Uruguaiana, usina termelétrica, localizada no Rio Grande do Sul, com capacidade instala de 639 MW.

Há também a AES Infoenergy, comercializadora de energia elétrica e duas empresas que atuam no segmento de telecomunicações: a AES Com Rio, provedora de circuitos de fibra ótica para o setor de telecomunicações, que atende a alguns dos principais municípios do Estado do Rio de Janeiro. Também há a AES Eletropaulo Telecom, cuja atividade principal é o atendimento às necessidades de acesso local na Grande São Paulo para operadores de telefonia fixa local e de grande distância, para telefonia móvel e para provedores de serviços de telecomunicações.

Todas estas empresas, exceto a AES Sul que é totalmente controlada pela AES, as outras empresas integram a holding Cia. Brasiliana de Energia, formada pela AES Corp. que detém 50,01% do controle e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) com 49,99% das ações.

Enviar Imprimir

© Copyright 2006 - 2018 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira