Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

18/03/2021 - 09:29

Circulação sanguínea e Covid 19


Muitas dúvidas estão surgindo em relação ao comprometimento da circulação sanguínea na infecção por coronavirus. É fato que a Covid-19 pode levar a um aumento de casos de trombose. Nos casos mais graves pode levar a uma trombose pulmonar, comprometimento das artérias intrapulmonares e aí o paciente vai evoluir de uma forma mais grave. O aparecimento do problema vem variando de acordo com cada indivíduo. Muitas pessoas ainda podem desenvolver problemas circulatórios um mês após a infecção, dependendo do quadro.

O mecanismo, por que isso acontece, ainda não se sabe ainda. Pode ser alguma coisa inerente ao vírus ou até mesmo o próprio acamamento do paciente, levando até a uma trombose venosa em membros inferiores. Anticoagulantes estão sendo usados no auxílio do tratamento da infecção quando há evidências de formação de trombos pulmonares. Alguns pacientes, com ou sem histórico de doenças circulatórias, estão sendo vítimas de trombose quando afetados pela doença. Se sabe que a infecção propicia uma hipercoagulação sanguínea e quem já possui problemas circulatórios deve ficar ainda mais atento.

É importante entender que a trombose pode ser venosa ou arterial, de acordo com a parte da circulação que atinge. Normalmente, os pacientes que desenvolveram a forma mais grave, que estavam internados, tiveram um comprometimento arterial.

Se a pessoa teve uma forma grave da covid é importante que tenha um acompanhamento médico para exames complementares após a alta médica. Importante uma avaliação de sua capacidade pulmonar, endócrina e circulatória. Se um paciente teve covid na forma mais leve e se estiver bem, sem queixas, ele pode voltar às suas atividades normais, como prática de atividades físicas em 30 dias.

No caso da circulação sanguínea, as pessoas devem procurar imediatamente um médico caso tenham alguma alteração nos membros inferiores ou até mesmo superiores como inchaço, mudanças de coloração da pele, dores e edema. Geralmente esses são os sintomas de trombose.

. Por: Ricardo Brizzi, Angiologista e Cirurgião Vascular. É membro da Sociedade de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro. É um dos responsáveis pelo setor de cirurgia vascular e endovascular do Hospital Badim, do Hospital Israelita e Hospital Norte D’Or.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira