Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

13/02/2021 - 08:09

Duratex tem quarto trimestre positivo e encerra 2020 em alta histórica

Companhia aumenta receita e volume de vendas, reduzindo endividamento a patamares históricos.

A Duratex anuncia os resultados relativos ao quarto trimestre de 2020, consolidando os dados do ano. A Companhia manteve a tendência de crescimento apresentada na última divulgação de resultados, confirmando um ano histórico. O Ebitda da Duratex atinge a marca de R$ 1.288 milhão, 7% superior ao seu melhor ano até então, 2013, e 41,7% maior do que o apresentado no encerramento de 2019.

No quarto trimestre de 2020, a Empresa teve receita líquida de R$ 1.893 milhão, crescimento de 27% em relação ao observado no mesmo período em 2019. A surpreendente geração de caixa de R$ R$ 1.129 milhões ex projetos, sendo R$ 469,3 milhões no 4T20, aliada a melhora operacional levou a Duratex a registrar diminuição do endividamento durante o período, reduzindo sua taxa de alavancagem (Dívida líquida / Ebitda recorrente) a 1,2x, menor patamar dos últimos anos.

Os resultados positivos derivam do contínuo aquecimento da demanda e da adequação da Companhia às externalidades ao longo de 2020. O ganho de market share em todas as divisões de negócio, bem como os reajustes de preços e melhorias operacionais impulsionaram as margens da companhia.

Destaca-se também o trabalho do comitê de crise, instituído em março, para a tomada ágil de decisões durante da pandemia. O trabalho do comitê auxilia na rápida recuperação de impactos econômicos negativos trazidos pela pandemia e é também responsável pela análise de diferentes cenários para antecipar imprevisibilidades do setor. O reforço nos cuidados com os colaboradores, sobretudo em seu retorno ao trabalho, a manutenção do fluxo de caixa e liquidez da companhia, além da antecipação das paradas de manutenção durante a paralisação das operações nos ativos fabris, ocorridas no segundo trimestre, são exemplos de ações estratégicas que contribuíram para a recuperação da Duratex nos terceiro e quarto trimestres do ano.

— A Duratex continua sua trajetória de crescimento e perenidade. À exceção do segundo trimestre de 2020, período no qual mais diretamente sentimos os impactos da pandemia na atividade econômica brasileira, a companhia registrou crescimento em relação a 2019. Isso é fruto do trabalho muito assertivo de todos os colaboradores, das decisões rápidas e precisas e da execução do planejamento de longo prazo da empresa. Todas as nossas unidades de negócio terminam 2020 melhores do que o iniciaram, algo a se destacar em um ano repleto de desafios e incertezas sem precedentes — comenta Antonio Joaquim de Oliveira, presidente da Duratex.

Por deliberação do Conselho de Administração, foram creditados juros sobre o capital próprio no montante de R$ 217,1 milhões ou R$ 0,3143821646 por ação, que serão pagos até 30/04/2021 com retenção de 15% do imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,2672248399 por ação, excetuados dessa retenção os acionistas pessoas jurídicas comprovadamente imunes ou isentos. Os juros tiveram como base de cálculo a posição acionária final do dia 11/12/2020 e foram creditados de forma individualizada a cada acionista nos registros da Companhia em dezembro de 2020.

Como evento subsequente ao 4T20, foi aprovado em fevereiro de 2021 a distribuição de dividendos adicionais referente ao exercício de 2020 no valor bruto de R$ 300,0 milhões. No total a Companhia pagará o valor bruto de 0,7488116872 por ação, finalizando o ano com o dividend yield de 3,9% e um payout de 113,2%.

Resultados por divisões — A Divisão Madeira registra aumento de 29,8% no volume expedido em relação ao quarto trimestre de 2019 e crescimento de 12,9% na comparação entre os anos. O desempenho é acima do observado no setor que, ao longo do ano, registrou 6,5% de crescimento de acordo com dados do IBÁ (Indústria Brasileira de Árvores). A receita líquida unitária apresentou alta de 12,6% sob o 4T19, resultante da bem sucedida implementação de aumento de preço, com isso a receita líquida encerrou o período 46,2% acima do mesmo trimestre do ano anterior. A evolução apresentada pela Duratex é consequência dos projetos de longo prazo executados nos últimos anos, como a otimização de ativos que possibilitou a forte redução de custo no período. Além doganho de market share e aumento no volume das exportações. Destaca-se o aumento da utilização da capacidade instalada, que chegou a 93% na divisão, sendo que as linhas de produção de MDP estão funcionando a 100% de sua capacidade.

A Divisão Deca apresenta aumento de volume e receita tanto no quarto trimestre como também no acumulado do ano. A divisão registrou aumento de 6% no volume expedido em relação a 2019 e crescimento de 21% na comparação entre os trimestres atual e do ano anterior. No período, a Deca apresentou receita líquida 25% superior ao registrado no último trimestre de 2019. O resultado supera o observado no segmento. Segundo dados da ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de materiais de construção), em 2020 houve retração de 0,4% do faturamento do setor em relação a 2019. O crescimento da divisão é motivado sobretudo pelo fortalecimento da sua execução comercial, pelo ganho de eficiência operacional e produtividade em todas as linhas e pelo lançamento do market place Deca, aproximando a marca do público final. A utilização da capacidade instalada da divisão encerra o quarto trimestre a 87%.

A Divisão de Revestimentos Cerâmicos, que opera com as marcas Ceusa e Portinari, tem crescimento de 31,9% em seu volume de expedição sob o terceiro trimestre de 2019 e alta de 80% na comparação entre 2020 e o ano anterior. A divisão manteve a taxa de 96% de utilização da capacidade instalada. O desempenho também é acima do apresentado pelo setor, que utilização de capacidade de 84% em relação a 2019, segundo a Anfacer (Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica). Destacou-se, ao longo de 2020, a forte redução de despesas gerais e administrativas, bem como a captura de sinergias entre as marcas e o início da operação das smart stores, mais um passo dentro da estratégia de inovação na experiência do consumidor da companhia.

Em 2020, a Duratex realizou o aporte de R$ 523,1 milhões à Divisão de Celulose Solúvel, dando continuidade ao processo de formação da LD Celulose. O cronograma das obras da fábrica segue dentro do prazo, assim como a expectativa do início da operação no primeiro trimestre de 2022.

Boas Práticas — ESG: a Duratex alcançou reconhecimentos ao longo do ano no que tange às práticas ESG. A empresa tornou-se parte da A-List do CDP, bem como passou a integrar o novo índice S&P/B3 Brazil ESG Index e a carteira ISEB3 pelo 13º ano consecutivo. A Duratex também foi nomeada a empresa com maior transparência no setor de papel e celulose das américas, pelo programa SPOTT, e recebeu o segundo lugar entre as empresas líderes de governança corporativa no brasil, no ranking anual da ALAS20.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira