Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

16/01/2021 - 06:11

Produção industrial do ES recuou -0,9% na passagem de outubro para novembro

Os dados da Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física (PIM-PF) referente a novembro do ano passado foram divulgadas no dia 14 de janeriro (quinta-feira) pelo IBGE. Conforme analisado pelo Instituto de Desenvolvimento Industrial do Espírito Santo (Ideies), a produção industrial do Espírito Santo caiu -0,9% em novembro frente a outubro, segundo mês de desempenho negativo consecutivo, na série livre dos efeitos sazonais.

Este resultado foi influenciado pela queda de -2,4% na indústria de transformação e contrabalanceado pelo aumento de 5,7% na indústria extrativa. Ao contrário da média do país, o nível de produção da indústria geral capixaba ainda não retornou aos patamares de janeiro e fevereiro de 2020, período anterior à adoção das medidas de distanciamento social para combater a Covid-19.

No mês de novembro, pelo sétimo mês consecutivo, a produção física da indústria do Brasil cresceu 1,2% frente a outubro, na série com ajuste sazonal. Com isso, o setor se encontra 2,6% acima do nível registrado em fevereiro de 2020, continuando com a sua trajetória de recuperação em formato de “V”. As taxas positivas se estenderam a 17 das 26 atividades pesquisadas pelo IBGE. Com relação aos 14 estados pesquisados, 9 apresentaram expansão na produção industrial no mês. No acumulado de janeiro a novembro, a indústria nacional registrou uma queda de -5,5%.

— O ano de 2020 não se mostrou favorável para indústria, principalmente, para a do Espírito Santo que acumula uma queda de -15,9% até novembro. Antes mesmo de passar pela crise econômica e sanitária causada pela pandemia de Covid-19, o setor já enfrentava uma sequência de problemas. Pensando no longo prazo, a melhora desse desempenho da indústria perpassa pelo aumento da produtividade, da reforma tributária, pela continuação dos investimentos de infraestrutura e a resolução de outros gargalhos que impactam a competitividade dessa atividade. Além disso, os novos prefeitos capixabas precisam ser proativos para a tração de novos investidores para seus municípios — disse o economista-chefe da Findes e diretor executivo do Ideies, Marcelo Saintive.

Principais destaques do resultado da PIM-PF de novembro de 2020: . A indústria geral recuou em todas as bases de comparação em novembro.

. A indústria extrativa cresceu 5,7% na passagem de outubro para novembro, dados dessazonalizados. Todas as demais bases de comparação do setor registraram resultados negativos.

. A indústria de transformação caiu -2,4% na passagem de mês, já desconsiderada a sazonalidade. Mas, se comparado com novembro de 2019, registrou a expressiva variação positiva de 14,3%.

. A fabricação de celulose, papel e produtos de papel foi a única atividade com crescimento em todas as bases de comparação, a destacar a expansão de 70,1% na comparação contra novembro de 2019. Ressalta-se que esse ramo tem sido beneficiado pela retomada da demanda internacional por diversos tipos de papel e reverteu o quadro adverso do mercado do setor em 2019.

. A fabricação de produtos alimentícios cresceu em três das quatro bases de comparação, com destaque para o aumento de 15,6% na comparação contra o mesmo mês de 2019.

. A fabricação de produtos de minerais não-metálicos cresceu 1,8% na comparação novembro contra outubro de 2020 e 14,6% na variação em relação ao mesmo mês de 2019. A recuperação dessa atividade tem sido puxada pelo aquecimento da construção civil e pela melhora nas vendas externas de rochas ornamentais.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira