Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

16/09/2020 - 09:42

Porque o nano learning pode ser uma solução para o meio corporativo

Você já ouviu falar em "nano learning"? O conceito não é novo, mas ainda é pouco explorado no universo corporativo. Consiste em conteúdos curtos de aprendizagem, que exigem de três a cinco minutos de foco, apenas. Pode envolver um tutorial no Youtube, um artigo educacional curto, ou qualquer tipo de formato que seja direto, simples e fácil de ser digerido.

Um estudo alemão, realizado por Lenny DeFranco, identificou que o método permite 20% mais retenção de informações em comparação a formatos tradicionais, mais longos de ensino. Isso porque, é feito em pequenas doses, sendo mais memorável, garantindo a recuperação rápida de informações e atendendo ao curto período de atenção do aluno.

Mas e no meio corporativo? Como aplicar o conceito? Os treinamentos de capacitação são muito utilizados por empresas, instituições, fundações, etc. para alinhar seus funcionários à missão, visão e valores da empresa, desenvolvendo habilidades que atendam às expectativas da organização. As marcas muitas vezes precisam lidar com equipes pulverizadas, o que dificulta quando se trata de conteúdos complexos, além de não conseguir medir efetivamente o engajamento, que, atualmente é estimado por horas de atividades realizadas, palestras assistidas, dentre outros pontos que não significam que o aprendizado foi efetivo.

É para resolver essa questão que entra o "nano learning". Para suprir uma deficiência no mercado de treinamento corporativo, que não consegue alcançar e, principalmente, medir o tão sonhado engajamento, e consequentemente o aprendizado e desenvolvimento de habilidades dos colaboradores.

Já parou para pensar que muitas pessoas se tornam especialistas em seus hobbies? Isso se deve à ampla disponibilidade de materiais que utilizam nano learning, principalmente, na internet. Assim, se aplicado aos funcionários, independentemente se são os que melhor performam ou não, pode torná-los, também, especialistas em suas funções e com habilidades específicas que a organização necessita.

Se os líderes das empresas desejam desenvolver efetivamente seus colaboradores e expandir seus negócios, precisam começar a olhar além dos treinamentos medidos apenas pela carga horária. E começar a considerar novas formas, mais tecnológicas, digitais e eficientes, apostando na eficiência de um conceito que já tem ganhado força e importância ao redor do mundo. O "nano learning" pode ser o futuro do aprendizado, do ensino e do treinamento corporativo.

. Por: Eduardo Parente, graduado e pós-graduado em Administração de Empresas pela EASP-FGV. Atuou quinze anos na área de marketing e fundou o Instituto Meio em 2005. É, também, sócio-fundador da Lys, startup que cria, desenvolve e implementa treinamentos e capacitações por celular.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira