Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

10/03/2020 - 09:07

MM Gerdau recebe mulheres cientistas


Para debate a respeito da participação feminina no campo das pesquisas.

O bate-papo "Mulheres na Ciência", marcado para o dia 12 de março (quinta-feira), questiona e problematiza a participação e contribuição feminina no campo da ciência.

Dando sequência a programação cultural de 2020, o MM Gerdau — Museu das Minas e do Metal promove em março uma atividade voltada para a celebrar o Dia Internacional da Mulher: o debate “Mulheres na Ciência”. No dia 12 de março (quinta-feira), a partir das 19h30, o Museu recebe o Coletivo Cientistas Feministas para um encontro pautado pela participação feminina na ciência e os obstáculos enfrentados por elas. Dessa forma, serão tratados assuntos como preconceito, assédio, o impacto da maternidade na carreira, assim como as diversas conquistas, avanços e a importância da participação e realização feminina no segmento e campos de pesquisa cientifica.

O debate será mediado por Beatriz de Barros Souza e Fernanda Maria Policarpo Tonelli, integrantes do coletivo Cientistas Feministas, e o encontro contará ainda com a participação das convidadas Isabela de Andrade Pena Miranda Corby, Alessandra Ribeiro e Mariah Brochado Ferreira, além da artista Tathiane Mendes, autora da obra “Futura Pele”, apresentada na exposição CoMciência, em cartaz no Museu até o próximo dia 15. As inscrições gratuitas podem ser realizadas mediante retirada de ingresso no endereço do Sympla [https://www.sympla.com.br/roda-de-conversa-mulheres-na-ciencia---com-o-coletivo-cientistas-feministas__806384].

O coletivo Cientistas Feministas surgiu a partir da ideia da bióloga Carolina Bianchi de democratizar o conhecimento científico em linguagem acessível e, ao mesmo tempo, incentivar e possibilitar que outras mulheres participassem desse processo de produção e difusão do conhecimento. Desta forma, em 2015, foi criado o blog Cientistas Feministas (escrito, editado, revisado, ilustrado e gerenciado por mulheres) para discutir assuntos relevantes para a sociedade como um todo, mas especialmente temas que se relacionam ao feminismo, ciência e mulheres de maneira geral.

As escritoras que contribuem para a geração de conteúdo são mulheres especializadas em diversas áreas do conhecimento, produzindo em oito frentes: astronomia, biociências, ciências da saúde, ciências humanas e sociais, física, matemática, química e a coluna “em off: feminismo ”. A mobilização de mulheres feministas, cursando pós-graduação ou já pós-graduadas, ativistas no âmbito acadêmico em diferentes áreas do conhecimento possibilitou que o conceito do blog se expandisse para a geração de um coletivo. Este coletivo de cientistas feministas simboliza a representatividade de mulheres cientistas, capazes e resistentes no mundo acadêmico.

A iniciativa é uma realização do CoMciência, programa de divulgação científica do MM Gerdau –— Museu das Minas e do Metal que, desde 2013, busca trazer temas atuais para debates, por meio de palestras e rodas de conversas, além de oferecer cursos ligados a temáticas científicas, mostras e feiras em parceria com instituições de ensino. Como museu de ciência e tecnologia, a ideia é desmistificar a ciência como lugar intocável, de difícil compreensão ou distante do universo da maioria das pessoas.

A atividade é gratuita. A programação completa do MM Gerdau — Museu das Minas e do Metal está disponível no site: http://www.mmgerdau.org.br/programe-se

O MM Gerdau –— Museu das Minas e do Metal, integrante do Circuito Liberdade desde 2010, é um museu de ciência e tecnologia que apresenta de forma lúdica e interativa a história da mineração e da metalurgia. Em 20 áreas expositivas, estão 44 exposições que apresentam, por meio de personagens históricos e fictícios, os minérios, os minerais e a diversidade do universo da Geociências. | @mmgerdau | www.mmgerdau.org.br

O Prédio Rosa da Praça da Liberdade, sede do Museu, foi inaugurado em 1897, juntamente com Belo Horizonte. Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (IEPHA), o edifício passou por meticuloso trabalho de restauro, que constatou que a decoração interna seguiu o gosto afrancesado da época, com vocabulário neoclássico e art nouveau. O projeto arquitetônico para a nova finalidade do Prédio Rosa, que já foi Secretaria do Interior e da Educação, foi feito por Paulo Mendes da Rocha e a expografia, que usa a tecnologia como aliada da memória e da experiência, é de Marcello Dantas.

O Museu funciona de terça a domingo, das 12 às 18h, e na quinta, das 12 às 22h, entrada franca. Para além da exposição permanente, o MM Gerdau oferece uma programação diversa e para todas as idades. Todas as atividades são gratuitas.

O MM Gerdau — Museu das Minas e do Metal é patrocinado pela Gerdau, via lei Federal de Incentivo à Cultura, com o apoio da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira