Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

15/05/2019 - 08:05

Seguros Unimed apresenta experiência de cuidado ao paciente com câncer


Durante a Conferência ICHOM, na Holanda. Evento anual, nesta edição realizado em Roterdã, aconteceu no inaício de maio.

São Paulo — Com um programa interno de cuidado ao paciente com câncer de próstata de baixo risco, a Seguros Unimed foi selecionada para participar da Conferência ICHOM 2019, feira de grande prestígio no debate estratégico e de inovação em cuidados de saúde baseados em valor. O evento, organizado pelo International Consortium for Health Outcomes Measurement, ocorreu na Holanda, no Centro De Doelen, nos dias 02 e 03 de maio, reunindo mais de 1,2 mil participantes de 46 países.

A Seguradora do Sistema Unimed apresentou sua experiência com o ‘Programa de Gerenciamento do Câncer de Próstata’, que promove a vigilância ativa do paciente e tem o objetivo de evitar intervenções desnecessárias, quando a doença é de baixo risco. A ação é realizada em parceria com médicos especialistas em urologia e radio-oncologia do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp). “Este é um evento internacional de referência, reunindo algumas das principais lideranças no debate sobre valor em saúde”, contextualiza o superintendente de Provimento Saúde da Seguros Unimed, Luís Fernando Rolim Sampaio.

Programa envolve três etapas — O programa envolve três pilares: desenvolvimento de diretrizes de tratamento baseadas em evidências, implementação da mensuração de resultados de saúde e reformulação do modelo de pagamento. “No final de 2018, iniciamos um piloto em parceria com o Icesp. O nosso principal objetivo é colocar o paciente no centro do cuidado, agregando valor à sua saúde”, explicou o gerente de Gestão de Rede da Seguradora, Rafael Ielpo. O programa está fundamentado em evidências de que, quando diagnosticado câncer de próstata de baixo risco, o monitoramento é seguro. “Estudos recentes mostram que a vigilância assistida traz mais qualidade de vida para o paciente do que a cirurgia. Em casos de baixo risco, o câncer pode não evoluir. A observação traz melhores resultados no cuidado com o paciente”, explicou o médico e consultor da Companhia, André Chen.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira