Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

29/11/2018 - 08:14

5 passos para a modernização das redes wireless


Especialista da CommScope aponta as etapas que os provedores de rede móvel devem seguir na hora de selecionar novas antenas.

Quando novas bandas de frequência (por exemplo, 700, 800, 1400 MHz) estiverem disponíveis, as operadoras terão que rever as maneiras de atualizar as suas redes wireless, especialmente quando se trata de implantar um novo espectro por meio de antenas para estações rádio base.

Embora o domínio de radiofrequência (RF) esteja mudando rapidamente, é melhor planejar cuidadosamente essa modernização de rede para maximizar os benefícios e, ao mesmo tempo, minimizar os custos a longo prazo.

Confira, a seguir, cinco etapas que os provedores de rede móvel devem seguir para selecionar novas antenas:

Etapa1 : Entenda a matriz do espectro de rádio

— É essencial entender as bandas de frequência atuais e futuras que a operadora planeja utilizar (pelo menos nos próximos cinco anos) e quando essas bandas estarão disponíveis. Esta informação serve como um guia para a seleção da antena de estação rádio base.

Etapa 2 : Adicione tecnologias à matriz de frequências — Em seguida, precisamos relacionar as tecnologias às faixas de frequência listadas, levando em consideração a geração de tecnologia, MIMO, as caracteristicas utilizadas (por exemplo, Beam Steering) e os tipos de rádio (single RAN, rádio separado, rádio banda dupla, etc.).

Etapa 3 : Uso de combinadores — Os combinadores são utilizados principalmente para reduzir o número de cabos/jumpers e compartilhar duas, três ou quatro bandas de frequência/tecnologias nas mesmas portas da antena. O uso de combinadores fará com que a operadora compartilhe a mesma configuração do tilt elétrico com todas as divisões definidas.

Em seguida, volte à matriz de frequência e adicione seus combinadores. Ao concluir esta etapa, o número total de portas de RF necessárias será identificado.

Etapa 4 : Verifique suas antenas atuais — Verifique seu inventário de rede, ou seja, antenas que estão em seu warehouse e as instaladas. Suas antenas suportam todas as bandas de frequência mencionadas ou apenas algumas delas? Quantas antenas serão necessárias para cobrir todas essas bandas e portas?

Procure ter duas ou três opções. Por exemplo: . Opção 1: antena nova de 22 portas (6xLB + 8xHB + 8xBeamSteering).

. Opção 2: usando 2 antenas existentes: 14 portas (6xLB + 8xHB) e 8 portas (8xBeamSteering)

. Opção 3: antena nova de 6 portas (2xLB + 4xHB) ao lado da existente de 8 portas (4xLB+4xHB) e de outra de 8 portas (8xBeamSteering).

Etapa 5: Classifique de acordo com as estruturas da torre: Com base nas estruturas de sua torre e em sua capacidade de carga, você classificará e selecionará a melhor solução de antena para atender o projeto de modernização da rede.

Por exemplo: 1. Novos sites e sites com estruturas fracas: utilizar antenas novas de 22 portas.

2. Sites de estrutura média: serão utilizadas 2 antenas existentes: antenas de 14 portas com antenas de 8 portas.

3. Sistemas de estrutura pesada: novas antenas de 6 portas com as existentes de 8 portas (4xLB+4xHB) e de 8 portas (beam steering) serão usadas.

. Por: Elie Kanakri, gerente de marketing técnico na CommScope, trabalha na área de telecomunicações há mais de 14 anos e é formado em engenharia Eletrônica pela Universidade de Damasco.| A CommScope (Nasdaq: COMM) ajuda as empresas no design, construção e administração de suas redes cabeadas e wireless em todo o mundo. Como líder em infraestrutura de telecomunicações, moldamos as redes do futuro. Por mais de 40 anos, nossa equipe global de mais de 20.000 empregados, inovadores e técnicos capacitam os clientes de todas as regiões do mundo a antecipar o que está por vir e ultrapassar os limites do possível. | http://pt.commscope.com

Enviar Imprimir

© Copyright 2006 - 2018 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira