Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

01/11/2018 - 07:41

Virada da Consciência 2018 em São Paulo


Na literatura a homegeada será a escritora premiada Conceição Evaristo. Eventos que marcam o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, que foi instituído oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011.

É um movimento civil, empresarial e acadêmico com o propósito de promover e fortalecer a diversidade racial como valor positivo, estruturante e integrativo da sociedade brasileira.

E, por meio da aproximação, contato, participação, informação, interação e visibilização do protagonismo negro nos diferentes ambientes, espaços e dimensões históricos, culturais e sociais no brasil e no mundo, promover a integração, o fortalecimento e a consolidação da diversidade e da tolerância racial como componente fundamental da construção da dignidade da pessoa humana e traço distintivo de todo brasileiro.

Música, dança, teatro, moda, beleza, cinema e mostras de artes visuais acontecem em diversos pontos da cidade. Palestras, debates e rodas de conversa sobre igualdade e tolerância agitam a vida na Capital para despertar a consciência sobre a riqueza da diferença. Enquanto os demais eventos relacionadas à temática afro têm lugar diversos espaços públicos e privados, de 18 a 21 de novembro, da UniPalmares, Avenida Santos Dumont, 843, Bom Retiro, São Paulo(SP)  Brasil | Telefone +55 (11) 3325-1000/Ramal 133. | https://www.viradadaconsciencia.com.br.

Troféu Raça Negra será entregue no dia 19 de novembro — O homenageado da noite será Mano Brown, reconhecido pela comunidade negra, por suas composições que tratam de assuntos polêmicos, repercutindo o cenário da periferia das grandes cidades, sempre carentes de assistência social por parte dos governantes e da sociedade com um todo. Os temas são sempre atuais e pertinentes mostrando que o tempo passa, mas a realidade continua cruel. Não é a toa que o rapper sempre é colocado em listas como uma das mais importantes vozes da música brasileira, isso sem falar das teses acadêmicas que falam da sua personalidade.

O reconhecimento conquistado por Mano Brown veio pela sua atitude. Mas ainda há muito o que conquistar, pois nem tudo são flores, há pedras no caminho e ainda existe muita discriminação dentro da música em relação ao Rap e não é só Mano Brown que diz, o mercado sentencia que o espaço ainda é limitado. Falta união no intuito de se pensar no coletivo e não no umbigo, mas isso não é exclusividade do RAP, pode ser visto como algo cultural no país que reclama e não vai à luta.

Além da música Mano Brown trabalha incentivando projetos sociais no seu bairro, onde nasceu e mora até hoje, localizado na região do Capão Redondo (zona sul de São Paulo), visando assim conscientizar e formar profissionalmente os jovens da periferia, para que não passem o que ele passou.

Em breve Mano Brown também irá lançar um trabalho solo, diferente do rap, com influências do soul e funk americano dos anos 80, como são seus shows individuais ao lado do músico Lino Krizz. O álbum está sendo finalizado e o lançamento é previsto para este ano. | http://2018.trofeuracanegra.com.br

Enviar Imprimir

© Copyright 2006 - 2018 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira