Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

28/10/2017 - 09:19

População de Macaé projeta recuperação da cidade após leilões de petróleo

Expectativa de empresários locais é de que cidade viva um novo ciclo de desenvolvimento, com mais emprego e renda depois dos leilões.

Cidade com forte vocação para produção petroleira, Macaé vive em clima de expectativa nos últimos dias. Após sofrer com a crise econômica, a população local vê nos leilões do dia 27 de outubro (sexta-feira) e na nova gestão da Petrobras a oportunidade de recuperar empregos e de fortalecer a região.

Dono de um restaurante na cidade há 26 anos, Luiz Renato Lucas Martins acredita que Macaé pode viver um novo ciclo de crescimento depois dos leilões de petróleo. “A gente viveu uma época de ouro durante 20 anos. Macaé era uma grande referência em negócios, era uma cidade que era invadida por profissionais”, afirmou.

“O petróleo é muito importante para a economia da cidade”, reforçou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim), Emerson Esteves. Para ele, com os novos leilões, a cidade e o País passarão por um novo ciclo de desenvolvimento. “Isso passa uma expectativa positiva”, disse.

Para o prefeito de Macaé, Aluízio dos Santos Júnior (PMDB), a exploração nas novas áreas tornará o Brasil em um dos principais produtores de petróleo do mundo. “O momento é extremamente auspicioso, é um momento extremamente forte para todo o País”, afirmou. Para ele, é um marco importante que reforça que a crise ficou para trás.

Retomada — Pelas projeções da associação comercial, os leilões vão reativar a economia da cidade e impulsionar a venda de bens, serviços, a geração de empregos e a arrecadação de impostos. O presidente da entidade considera que os investimentos derivados desses leilões vão beneficiar a todos.

Técnico de inspeção de equipamentos aposentado pela Petrobras, Elcione Simor já acredita em uma retomada da economia municipal com o resultado. “Eu acredito que vai haver um novo movimento para gerar ação de emprego e tudo o mais [...], isso [os leilões] pode ser importante para a cidade”, afirmou.

Ele explica que, com a crise, a cidade “levou um baque muito grande”, mas que agora esse cenário deve mudar. “Nós estamos ansiosos para que isso volte acontecer [investimentos do setor de petróleo] e que o mercado tenha essa retomada de crescimento. A gente sabe da importância que é o segmento [de petróleo]”, afirma.| PB.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira