Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

24/10/2017 - 08:24

O papel social do cirurgião-dentista


Você sabia que o Brasil é o país com maior número de cirurgiões-dentistas no mundo? Isso mesmo. Atualmente, de acordo com o Conselho federal de Odontologia (CFO), existem aproximadamente 290 mil profissionais no país, sendo que 29% estão em São Paulo. Ainda assim, 22 milhões de brasileiros nunca se consultaram com um profissional de saúde bucal.

Por isso, no dia 25 de outubro o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) celebra o importante papel que este profissional exerce na sociedade. A saúde bucal é essencial, pois uma boca saudável significa uma vida saudável. Diversas doenças e problemas sérios de saúde podem ser prevenidos no consultório do cirurgião-dentista.

O papel do cirurgião-dentista começa já na vida uterina. Sabe-se que as infecções nas gengivas ou nos dentes da mãe aumentam o risco de aborto, parto prematuro, nascimento de um bebê de baixo peso e até pré-eclâmpsia. E, depois que nascerem o ideal é que a primeira consulta ocorra assim que surgir o primeiro dente decíduo, conhecido como de leite.

Ao longo da infância e da adolescência o profissional também desempenha importante função. Nessas fases, por exemplo, o cirurgião-dentista acompanha e, quando necessário, intervém nos processos de troca da dentição decídua para permanente e no desenvolvimento das bases ósseas, através dos tratamentos ortodônticos ou de ortopedia facial, além de reforçar as rotinas de higienização bucal.

Durante toda a vida adulta o cirurgião-dentista orienta e identifica doenças que vão desde a cárie até problemas ainda mais sérios como a endocardite – infecção do coração que pode ser causada por bactérias ou germes provenientes da boca.

Já na terceira idade, quando a cavidade bucal sofre alteração, como qualquer outra parte do organismo, o papel do cirurgião-dentista também é essencial no bem-estar. Uma boa saúde bucal contribui para um envelhecimento digno e saudável.

Nessa fase muitos já perderam quase todos os dentes. De acordo com os últimos dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 41,5% dos idosos estão completamente desdentados. Essa situação não permite que o indivíduo possa mastigar, falar ou sorrir adequadamente interferindo em sua qualidade de vida.

Por isso trabalhamos por uma Odontologia cada vez mais valorizada, exercida por profissionais com formação de qualidade e que primem pela excelência e a ética no atendimento para população.

O tratamento odontológico além de prevenir, pode auxiliar no tratamento de doenças em todas as fases da vida. Sendo assim, o cirurgião-dentista tem um importante papel na sociedade contribuindo amplamente para a saúde física e emocional da população.

. Por: Claudio Miyake, presidente do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP).

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: