Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

11/10/2017 - 07:42

Osteoporose e o alivio por meio da água

O calendário da saúde conta com várias datas que tem o objetivo de despertar a atenção da população para as diversas enfermidades que acometem o individuo, e assim motivar a prevenção. Em outubro, no dia 20, uma data importante é o Dia Mundial de Combate à Osteoporose.

A osteoporose é uma doença óssea sistêmica que se caracteriza por uma diminuição da densidade mineral, pela alteração da microarquitetura e da resistência óssea, o que causa mais fragilidade aos ossos e, consequentemente, mais chances de fraturas. Para prevenir a doença é importante ter uma alimentação rica em minerais, exposição diária ao sol durante 15 a 20 minutos para a liberação da vitamina D no organismo e praticar atividade física.

Atualmente, 150 milhões de pessoas no mundo sofrem de osteoporose. No Brasil, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de dez milhões de brasileiros tem a doença. A Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) estima ainda que, para os próximos dez anos, o número de fraturas de quadril osteoporóticas atinja 140 mil pessoas por ano. As mulheres são as mais afetadas. Estudos revelam que, depois dos 50 anos, uma a cada três mulheres podem sofrer com essa doença.

Quando se tem a osteoporose, o ideal é realizar atividades que promovam uma melhora no equilíbrio, força muscular e condicionamento físico, para que sejam evitadas fraturas. A fisioterapia aquática ou hidroterapia já vem sendo utilizada para auxiliar nesse sentido o tratamento da doença.

Unindo a fisioterapia a uma piscina terapêutica, a hidroterapia utiliza os princípios mecânicos e térmicos da água aquecida para a realização das atividades. O relaxamento geral proporcionado por essa modalidade da fisioterapia contribui para diminuir as dores de origem muscular e facilita a liberação do hormônio ocitocina. Diante disso, é muito comum a pessoa relatar alívio total das dores ao final da sessão.

Os exercícios realizados na hidroterapia promovem alívio das dores e do espasmo muscular; manutenção ou aumento da amplitude de movimentação das articulações; redução de músculos paralisados; fortalecimento dos músculos e desenvolvimento de sua força e resistência; melhora das atividades funcionais da marcha; aumento da circulação sanguínea e reforço da autoestima do paciente, proporcionando a ele confiança para alcançar máxima independência funcional e relaxamento.

. Por: Rogério Celso Ferreira, Fisioterapeuta, especialista em fisioterapia aquática, sócio e diretor clínico da Fisior Hidroterapia.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: