Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

28/09/2017 - 07:08

Rio Info 2017 encerra com expectativa de negócios de R$ 10,7 milhões

E promessa do prefeito de estudar redução do ISS para contribuintes do setor.

O compromisso assumido pelo prefeito Marcelo Crivella de estudar a redução do ISS (Imposto sobre Serviços) para as empresas da cadeia produtiva de tecnologia da informação (TI) da cidade do Rio de Janeiro foi um dos destaques do Rio Info 2017. A reivindicação das empresas do setor de reduzir a alíquota de 5% para 2% é já se arrasta desde o governo do ex-prefeito César Maia. O Rio Info foi encerrado nesta quarta-feira com a expectativa de geração de negócios da ordem de R$10,7 milhões aferida na Sessão de Negócios, sem computar possíveis negociações ocorridas em contatos diretos entre os empreendedores.

O Rio Info tradicionalmente realiza premiações. A QI3 Inteligência de Negócios, do Espírito Santo, foi a vencedora do Prêmio Sessão de Negócios 2017. Ela concorreu com outras 59 empresas, que participaram de duas etapas da Sessão de Negócios, e estima que realizará R$ 2,5milhoes em negócios nos próximos 12 meses. No Salão da Inovação a vencedora foi a N 2 N - Virtual, uma empresa criada em 2014 no Rio de Janeiro e especializada na criação e gerenciamento de marketplaces com baixo custo. Na Copa Rio Info de Algoritmos (Cria), uma competição nacional entre estudantes de nível médio e técnico que desde 2007 reúne estudantes de todo o Brasil para estimular o interesse por lógica da programação, o primeiro colocado foi Eduardo Lucio Correia, do Instituto Federal de Alagoas. Estudante do campus Arapiraca, ele já havia vencido a edição 2016. Desta vez, concorreu com 825 inscritos de 45 escolas de 13 estados.

Crivella afirmou estar dispostos a reduzir o ISS do setor, desde que os empresários o convençam de que haverá geração de empregos. “Hoje todo mundo está ligado nos aplicativos, mas o Rio precisa gerar empregos. Terei prazer em sentar com os empresários e fazer as contas (do ISS). O nosso futuro passa por aqui". O prefeito participou da abertura do evento.

Outra promessa que animou os empresários cariocas foi a de incluir o Rio Info no calendário oficial de eventos da cidade, que vem sendo discutido com os governos federal e estadual e a iniciativa privada. Neste ano os salões do Centro de Convenções Sul América receberam cerca de duas mil pessoas em três dias de evento. O Rio Info, promovido pela Riosoft e TI-Rio, contou com mais de 60 atividades. “A cada edição o evento se reinventa e inova. Aqui os participantes podem aprimorar as suas redes de relacionamento”, disse Alberto Blois.

O presidente do TI Rio, Benito Paret, destacou a renovação do público. “Verificamos uma efetiva rejuvenescida dos participantes. A nova geração da TI participou ativamente, com representantes das start ups e de empresas já maduras que estiveram nos diferentes painéis e acompanharam com atenção temas como blockchain, youtubers, empresas digitais e até a tecnologia aplicada na indústria da cerveja.”

Ganhar dinheiro com Youtube, só com muito trabalho — O painel ‘Empreendedorismo e redes sociais”, na manhã do terceiro e último dia do Rio Info 2017 mostrou como é possível ganhar dinheiro com produção de conteúdo no Youtube. Gustavo Guanabara, professor de Ciência da Computação e consultor do Hostnet, mostrou um panorama dos principais youtubers da atualidade e quanto conseguem ter retorno financeiro com seus vídeos. Segundo ele, é preciso investir para conseguir produzir conteúdo com qualidade.

Apesar de ter um canal com mais de 30 milhões de visualizações, o CursoemVideo, onde produz tutoriais e videoaulas, ele conta que demorou a monetizar o negócio. Guanabara mostrou algumas dicas para quem quer “conquistar seu lugar ao sol” na internet brasileira. Ser criativo, simpático e solucionador de problemas são algumas delas. “Tenha paciência, nada é rápido”, disse, sobre a importância de produzir conteúdo relevante para conquistar audiência.

Já o diretor do TI-Rio, Kauê Linden, apresentou a história de sua Hostnet, que se tornou uma das principais empresas de hospedagem de sites no Brasil. Criada por ele há mais de 15 anos no Rio de Janeiro, a empresa conta com mais de 70 colaboradores. Recentemente, formatou um modelo de franquia para expandir a marca e buscar a internacionalização. “Quem quiser prosperar e crescer não pode ignorar o poder da internet”, sentenciou.

Guanabara apresentou ainda, de forma bem humorada, uma lista de dicas do que não fazer na internet, tanto em canais e perfis pessoais, quanto corporativos. Usar ferramentas erradas ou as ferramentas certas do jeito errado, por exemplo, pode destruir a imagem de uma empresa. Segundo ele, além das regras impostas pelas próprias redes para qualificar o conteúdo, cada vez mais os canais brasileiros no Youtube estão aderindo ao conceito “family friendly”. Por essa nova tendência, o conteúdo é compartilhado de forma amigável pelos jovens seguidores e suas famílias, sem o constrangimento de outras épocas.

Rio Info 2017: Influenciadores digitais — Cada vez mais atuantes no mundo digital, os influenciadores ditam opiniões, comportamentos e hábitos de consumo. Mas como se tornar um influencer? Que ferramentas podem ajudar a criar, alavancar e divulgar conteúdos produzidos no Youtube? Este foi o mote do seminário ‘Influenciadores Digitais’ na tarde desta quarta-feira (27), no Rio Info 2017. Os participantes mostraram como as campanhas de crowdfunding têm ajudado muitos canais a se autofinanciarem, com ajuda dos próprios usuários.

Fernando Ticon, do Canal Hora do Terror, que tem mais de 47 mil inscritos no Youtube, mostrou ainda outras estratégias para monetizar o negócio. Como a criação de produtos como cursos, livros, podcasts e até mesmo promoções para listas de seguidores. Segundo ele, cada vez é mais importante construir autoridade no assunto e não se preocupar com números de views no Youtube. Outro aspecto é que quanto mais nicho, melhor. O crítico de filmes de terror já levou mais de 500 seguidores para assistir de graça a pré-estreias nos cinemas.

Felipe Vinha, do canal Gibizzando, lembrou que o Youtube acaba de inaugurar no Rio de Janeiro um espaço de criação e pós-produção do Google para youtubers. O espaço fica na Praça Mauá e oferece estúdio para canais com mais de 10 mil inscritos. Há ainda cursos básicos gratuitos para iniciantes e workshops para youtubers com mais de 1 mil inscritos.

O seminário contou ainda com um painel sobre podcast, que mostrou algumas experiências de sucesso. O jornalista André Gordirro, do Zona Neutra, contou como produz o conteúdo, com a colaboração de outros jornalistas especializados em cultura pop, games, livros e até futebol. Em plena era do vídeo, o podcast tem funcionado como um espaço para conteúdos em áudio. No Brasil, segundo Ticon, o podcast ainda é visto como um programa de rádio para internet. Eles apresentaram alguns recursos que podem agregar mais qualidade ao conteúdo.

Jovem alagoano é bicampeão na Copa Rio Info de Algoritmos —Um jovem de apenas 17 anos, morador da pequena cidade de Arapiraca, no interior de Alagoas, se tornou bicampeão da Copa Rio Info de Algoritmos (Cria). Eduardo Lúcio, aluno do quarto ano do curso Técnico de Informática do Instituto Federal de Alagoas recebeu o troféu ao lado do professor Marcos Nunes, no último dia do Rio Info 2017.

A Cria é uma competição nacional entre estudantes de nível médio e técnico promovida pelo Sindicato das Empresas de Informática do Rio de Janeiro (TI Rio) e pela Federação das Empresas de Informática (Fenainfo) mobilizou 825 inscritos de 45 instituições de ensino de 13 estados brasileiros.

O segundo lugar da Cria ficou com Nalbert da Costa, de 17 anos, do terceiro ano do curso de Informática para Internet do Instituto Federal do Rio Grande do Norte. "Foi uma experiência única competir em uma coisa que eu sempre gostei", contou o jovem, que esteve acompanhado do professor Alexandre Lima.

Já o terceiro lugar foi uma conquista de Mateus Holzscchinch, também de 17 anos, estudante do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense, de Bagé (RS). "É um grande estímulo e vamos continuar participando", disse o professor dele, Marcel Moscarelli, que já esteve nas edições 2015 e 2016 do Rio Info.| https://youtu.be/r_ghgk-9HDE

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: