Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

17/08/2017 - 06:39

Elektro, SAP Labs e Sama são as melhores empresas para trabalhar no Brasil

Ranking 2017 do Great Place to Work bateu recorde de empresas inscritas.

O Great Place to Work (GPTW) acaba de divulgar o ranking 2017 das 150 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil. Esta é a 21ª edição e mais uma vez houve recorde de companhias inscritas no processo de avaliação para alcançar uma posição no disputado ranking GPTW, que tem se consolidado como sinônimo de excelência em ambiente de trabalho e referência em negócios com rentabilidade acima da média, em âmbito mundial. Os recordes no país têm sido sucessivos e o número de empresas inscritas praticamente dobrou nos últimos cinco anos.

Em 2017, 1.963 companhias participaram das pesquisas, 26% a mais em relação às 1.563 do ano anterior. A regra para se candidatar ao ranking nacional era ter ao menos 100 funcionários. No total, essas empresas empregam cerca de 2 milhões de pessoas, fundamentais para que as organizações conquistem uma posição no ranking GPTW, uma vez que a avaliação direta dos funcionários é determinante na nota final.

Os colaboradores são os principais responsáveis por Elektro (na categoria empresas de grande porte), Sama (empresas nacionais de médio porte) e SAP (empresas multinacionais de médio porte) conquistarem a primeira posição no ranking. O resultado foi conhecido na noite de ontem em cerimônia de premiação, no Espaço das Américas, na capital paulista. Além dos representantes das 150 empresas, a participação do CEO global do GPTW, Michael Bush; do CEO do GPTW Brasil, Ruy Shiozawa; e de CEOs dos escritórios GPTW na América Latina.

“Nossos levantamentos mostram, entre outros dados, que as empresas que são great place to work crescem significativamente acima do PIB e têm média de rentabilidade sobre o patrimônio líquido mais alta que a do mercado”, diz Ruy Shiozawa.

Perfil das premiadas — Das premiadas, 80 são de grande porte e 70, de médio, sendo que, dessas, 35 são multinacionais. Elas empregam entre 103 e 94 mil colaboradores e atuam em 24 diferentes setores de atividade, com destaque para as empresas de TI – Tecnologia da Informação, com 28 representantes; Serviços Financeiros e Seguros, com 18; Produção e Manufatura, com 13; Saúde, com nove; Hotéis e Restaurantes, com oito; e Alimentos e Bebidas, Biotecnologia e Farmacêutica, com sete empresas cada uma.

As 150 Melhores têm em média 38 anos de existência e mais de um terço, 57 empresas exatamente, tem atividade no exterior, empregando 29.592 pessoas em suas unidades fora do país. Os homens representam 52% da força de trabalho, mas as mulheres estão conquistando posições de liderança. O ranking 2017 mostra um número recorde de mulheres em cargo de CEO: são 16, ante 13 em 2016.

Mais de 60% dos colaboradores das premiadas têm até 34 anos e 41% do total, curso superior completo, sendo que 12% concluíram pós-graduação. Formação que é resultado, em boa parte, do investimento das empresas: 49% das 150 Melhores têm Universidade Interna; 74% oferecem bolsas de estudos para cursos de graduação e pós-graduação para pelo menos 50% dos funcionários; e 77%, bolsas de estudos para cursos de idiomas. Mais de 30% também oferecem verbas para os funcionários aplicarem nos cursos de desenvolvimento que mais desejarem.

Porque são as melhores — Para 96% dos colaboradores, suas empresas são as melhores porque são ambientes em que são bem tratados, independentemente de cor, raça, idade, sexo e orientação sexual; 94% se sentiram bem-vindos ao ingressar nessas companhias; 93% consideram que trabalham em ambientes seguros; 92% têm orgulho do que a organização faz; e, não à toa, 94% têm orgulho de dizer para outras pessoas onde trabalham.

Para 76% dos colaboradores, os salários que recebem são adequados; 69% consideram ser justa a participação que recebem nos lucros; 73% acham que as promoções são dadas às pessoas que realmente merecem; 74% dizem que os chefes evitam o favoritismo; e 76% afirmam que as lideranças envolvem as pessoas em decisões que afetam suas atividades e seu ambiente de trabalho.

A atuação do Great Place to Work — O Great Place to Work está anunciando também a ampliação na oferta de serviços no Brasil. A partir deste mês passa a oferecer um programa inédito de certificação de qualidade no ambiente de trabalho. A expansão das atividades segue estratégia mundial da companhia e as experiências já bem-sucedidas nos EUA, México, Canadá e Índia, os primeiros dos 57 países onde a marca está presente a implantarem a Certificação GPTW. Nos EUA, o programa foi iniciado em 2016 e já alcançou 1.100 companhias no primeiro ano de atividade. No Brasil, a expectativa é elevar o número de empresas atendidas pelo GPTW para 35.000, em 2022.

“O objetivo é contribuir para que mais empresas transformem sua cultura organizacional e criem bons ambientes de trabalho, imprescindíveis não apenas para o avanço e sustentabilidade dos negócios como também para uma sociedade melhor, a missão do GPTW”, afirma o CEO do Great Place to Work Brasil.

For all — Companhias de todos os portes podem participar do processo de Certificação GPTW, mas o programa mira, especialmente, as menores, porque uma boa parte delas ainda acredita que ser great place to work, ou se credenciar para obter essa posição, é válido apenas para as empresas maiores. “O que é um grande equívoco”, diz Shiozawa, observando que, apesar dessa percepção, é crescente o número de empresas de menor porte aplicando as pesquisas GPTW, como também avança o volume de profissionais que buscam postos de trabalho nas organizações ranqueadas pelo GPTW.

A Certificação GPTW altera o processo de participação das empresas nos rankings. Para alcançar um lugar, agora elas terão que ser certificadas, ou optar por um projeto de consultoria. “O que valorizará ainda mais a presença nos rankings das organizações com práticas de recursos humanos mais estruturadas, pois elas serão as melhores das melhores”, ressalta Shiozawa.

. Ranking no site: www.greatplacetowork.com.br.

O GPTW— O Great Place to Work® é uma companhia líder global especializada em soluções em Recursos Humanos. Com atuação concentrada nas áreas de Certificação, Consultoria, Capacitação e Conteúdo, oferece serviços para organizações dos mais variados portes e setores de atividade, estimulando as empresas a identificar, criar e manter excelentes ambientes de trabalho por meio do desenvolvimento de culturas de alta confiança.

Com seu papel ímpar no mercado e profunda expertise sobre excelência em ambientes de trabalho, o Great Place to Work® é capaz de aplicar pesquisas exclusivas e diferenciadas para compreensão das percepções dos funcionários a respeito de suas organizações, colaborando para que sejam cada vez melhores.

Fundado há 25 anos nos Estados Unidos, por Robert Levering e Amy Lyman, o Great Place to Work® traz em sua marca o prestígio e o reconhecimento internacional por desenvolver as pesquisas Melhores Empresas para Trabalhar em 57 países (América do Norte, América Latina, Europa, África, Oceania e Ásia), tendo por objetivo construir uma sociedade melhor, transformando cada organização em um Great Place to Work.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira