Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

20/12/2016 - 07:26

Strenx 900 e Strenx 960 da SSAB permitem desenvolver guindastes mais leves

Com maior capacidade de carga e de alcance.

Busca por melhora de desempenho, redução de peso e demanda por equipamentos eficientes é uma busca constante; Strenx 700 MC é a primeira opção para upgrade de projetos em aço comum para aços de alta resistência; Upgrade para o Strenx 900/960 é o próximo passo para o setor.

Um dos requisitos mais pedidos pela indústria de guindastes é que estes equipamentos sejam mais leves, mais resistentes e que atendam às normas da Lei da Balança. Os maiores fabricantes do mundo já utilizam o aço de alta resistência em seus equipamentos, que são aplicados praticamente em toda sua estrutura, como por exemplo, lanças, base e coluna, patola, etc. A SSAB, siderúrgica sueca, é pioneira e especializada na produção de aços de alta resistência, o que permite o desenvolvimento de um material com qualidade diferenciada que cumpre com os mais rígidos requisitos deste setor.

“Um conjunto de características é importante para um aço a ser utilizado na fabricação de um guindaste: é necessário um material com excelente planicidade, propriedades mecânicas garantidas e consistentes, baixas tensões residuais, capacidade de dobrar a frio e excelente soldabilidade, tudo isso combinado com garantia de tenacidade (resistência à trinca) e o maior limite elástico possível”, explica Fábio Silva, diretor técnico da SSAB. “Garantir todas essas características na fabricação do aço e manter um padrão de fornecimento consistente lote após lote de fabricação não é fácil, para aços com limite elástico de 700MPa, quase três vezes mais que um aço comum, é ainda mais difícil”.

Os clientes do mercado de guindastes já utilizam o Strenx 700 MC, pois proporciona custo-benefício favorável na produção do equipamento, como por exemplo, grande potencial de redução de peso e aumento de capacidade de carga se comparado ao aço estrutural comum, além de confiabilidade e segurança ao usuário. “O Strenx 700 MC já tem bastante tradição no mercado brasileiro e é a primeira opção quando se pensa em projetar um guindaste feito em aço comum para aço de alta resistência”, relata. “As propriedades mecânicas do Strenx 700 MC atendem plenamente a norma EN 10149-2 S700MC, que determina que o teste de tração seja feito no sentido longitudinal da laminação do aço e o limite elástico mínimo a ser garantido é 700 MPa”.

Mas a constante busca por melhoria de desempenho para levantar cargas mais pesadas e ter maior alcance, vem sendo uma questão chave para o mercado de guindaste mundial. A SSAB vem acompanhando esta necessidade e vem desenvolvendo aços cada vez mais resistentes ao longo dos anos para atender esta demanda.

“Para quem já utiliza Strenx 700 MC em seus guindastes e quer aumentar a capacidade de carga, reduzir peso e aumentar o alcance, a recomendação é utilizar aços com resistência ainda maiores, como o Strenx 900 ou Strenx 960. Por exemplo: uma lança feita em Strenx 700 pode ter seu peso reduzido em 12 a 15% utilizando Strenx 900/960 para a mesma capacidade de carga, ou manter o peso e aumentar sua capacidade de carga” explica Fábio, ressaltando os benefícios do upgrade.

Para a SSAB, este é um mercado importante que sempre guia o desenvolvimento de aços estruturais de alta resistência. “Atualmente, aços como Strenx 700 (limite de escoamento mínimo de 700Mpa) são a porta de entrada neste mercado, e a busca por equipamentos mais eficientes continua e muitos fabricantes no mundo já estão utilizando o Strenx 900 ou Strenx 960 (limite de escoamento mínimo de 900 MPa e 960 MPa, respectivamente)”, recomenda Silva. “Já temos clientes utilizando Strenx 1100 e Strenx 1300 (limite de escoamento mínimo de 1100 MPa e 1300 MPa respectivamente) que são aços estruturais mais resistentes desenvolvidos pela SSAB e disponíveis atualmente no mundo para aplicação em guindastes”, finaliza.

Upgrade em maquinários agrícolas — No campo da agricultura, a alta resistência estrutural e a redução de peso são fatores competitivos importantes. Utilizando o Strenx em equipamentos, é possível ter guindastes com maior alcance, implementos com carga útil maior e equipamentos que economizam combustível. A SSAB apresentou um case de aplicação na Agrishow deste ano em parceria com a empresa Argos. Um guindaste feito em Strenx resultou em maior capacidade de carga e aumento na distância de içamento. “Foi realizado um upgrade de uma base em Strenx 700MC para uma base mista entre 700MC e 900MC e o resultado foi muito interessante, pois foi possível manter o custo de produção da base, mesmo com o aumento no grau do material utilizado”, explica Thiago Zuntini, gerente de vendas da SSAB. “O ganho não ficou só na redução de espessura, mas também nos processos fabris (corte, dobra e solda) e no custo final”, completa.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: